EM VALINHOS

Motoboy agride a mulher, urina sobre ela e depois esfaqueia vizinho

Motoboy ainda esfaqueou o vizinho que tentou apartar a briga do casal e interromper a pancadaria Um homem aparentemente

Alenita Ramirez/ [email protected]
30/11/2023 às 09:39.
Atualizado em 30/11/2023 às 09:40
Residência do casal envolvido em um caso de violência doméstica no bairro Pinheiro, em Valinhos; vizinhos ficaram perturbados com as agressões (Divulgação)

Residência do casal envolvido em um caso de violência doméstica no bairro Pinheiro, em Valinhos; vizinhos ficaram perturbados com as agressões (Divulgação)

Um motoboy de 27 anos foi preso após manter a mulher, de 23 anos, em cárcere privado, agredi-la brutalmente e esfaquear um vizinho que implorou para ele parar com as agressões e respeitar a vizinhança. Os crimes aconteceram no final da tarde de terça-feira (28) no bairro Pinheiro, em Valinhos. De acordo com informações fornecidas por um policial, o motoboy chegou ao extremo de amarrar a jovem e urinar sobre ela. A vítima foi encontrada posteriormente caída no quintal, com o rosto visivelmente desfigurado. A mulher foi socorrida e encontra-se hospitalizada em estado grave, enquanto o vizinho recebeu atendimento médico e foi liberado na madrugada seguinte. O agressor enfrentará uma série de acusações, incluindo a tentativa de feminicídio.

O casal residia em uma propriedade pertencente aos pais do motoboy, composta por moradias coletivas com casas conjugadas. Segundo relatos de moradores, os dois se conheceram em uma festa e estavam morando juntos há aproximadamente cinco meses. De acordo com testemunhas locais, embora as brigas fossem frequentes, a mulher afirmava estar apaixonada pelo agressor. No entanto, conforme relatado pelo soldado da Polícia Militar (PM), Joailton Martins, a jovem afirmou estar sofrendo ameaças e agressões por parte do companheiro nos últimos dias. Cansada da situação, ela decidiu deixar a residência na manhã de terça-feira (28), sendo impedida pelo companheiro, que a submeteu a agressões ao longo do dia, mantendo-a em cárcere privado.

O vizinho, Francisco dos Santos Neto, de 45 anos, servente de pedreiro que reside em uma edícula em frente à casa do casal, retornava do trabalho quando testemunhou a briga. Ao adentrar sua residência, percebeu que seu filho pequeno estava perturbado devido aos gritos de socorro e às agressões verbais que ecoavam da vizinhança. Diante da situação perturbadora, Santos dirigiuse à casa do casal e solicitou que o motoboy interrompesse as agressões e respeitasse os moradores, inclusive a família, dado que a mãe e os irmãos estavam profundamente assustados. "Quando cheguei em casa, a mãe dele passava mal e ela, com as malas, amparava a sogra. Elas estavam do lado de fora. Ele apareceu e elas entraram. Depois a moça saiu para pegar as malas e ele a seguiu. Conversaram e ela o abraçou e entrou para dentro. Mas a briga começou novamente", contou.

Segundo o servente de pedreiro, cerca de 20 minutos após o motoboy deixar a casa, ele invadiu a residência de Santos e o atacou com uma faca. O suspeito desferiu três golpes que atingiram a cabeça, o braço e o lado direito do peito de Santos. A intervenção da Polícia Militar foi solicitada por vizinhos que testemunharam as violentas agressões. As vítimas foram prontamente assistidas pelos policiais militares.

Antes de receber socorro, a jovem relatou aos policiais que seu companheiro, com quem mantinha uma convivência há vários anos, portava uma arma de fogo e possuía drogas. Durante a busca na residência, os policiais encontraram um revólver calibre 32, um tijolo de maconha, a quantia de R$ 1,3 mil e uma balança de precisão. Vale ressaltar que o agressor já possui antecedentes por envolvimento com tráfico de drogas.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por