NEW CONTENT RAC

Futuro e patrimônio da Santa Casa são garantidos com parceria

Complexo multiuso hospitalar de 26 mil metros quadrados também tem por objetivo contribuir para revitalização do Centro

04/08/2022 às 16:47.
Atualizado em 04/08/2022 às 16:47

Engenheiro Max Lobato Sales, Diretor Superintendente da Sena, mostra o projeto do novo complexo hospitalar e imobiliário, na área que abriga a Santa Casa e o hospital Irmãos Penteado, no Cambuí em Campinas (Gustavo Tilio)

O projeto de construção de um novo complexo imobiliário, no Cambuí, na área que abriga a Santa Casa e o hospital Irmãos Penteado, prevê como garantia futura preservar todo o patrimônio da Irmandade de Misericórdia de Campinas, provedora dos dois hospitais, e ainda contribuir para a valorização e revitalização da área central da cidade.

Nós, do grupo de investidores que participa da parceria público privada assinada em 2015, prevemos a instalação de um moderno complexo multiuso na área que tem 26 mil metros quadrados. 

Área que compõe os dois hospitais e toda a estrutura de apoio hospitalar instalada nas áreas adjacentes aos prédios da Santa Casa e do Hospital Irmãos Penteado. O terreno no qual atualmente funcionam as unidades hospitalares foi doado à Irmandade em 1869 para que fosse construído o hospital.

Pelo projeto que já apresentamos ao prefeito Dário Saadi (Republicanos), e que está em fase de trâmite e análises dentro da Secretaria Municipal de Urbanismo, a proposta é construir um shopping, com centro comercial com boulevard, praças, restaurantes, salas de cinema, além de uma torre residencial e uma ampliação do hospital, que terá quase o dobro da capacidade atual de atendimento, além de estacionamento para 1.500 vagas.

O atendimento do hospital será 50% Sistema Único de Saúde (SUS) e o restante pelo sistema privado.

Os investimentos previstos no projeto são da ordem de R$ 500 milhões e a expectativa é que gere 2,5 mil empregos, além de contribuir para o processo de revitalização da área central.

Esclarecemos que a Santa Casa terá propriedade de todo o empreendimento a ser construído. A única coisa que poderá ser vendida é a incorporação dos apartamentos, que serão construídos em uma das torres previstas no projeto.

É um empreendimento grandioso para a cidade. Todo o patrimônio histórico será preservado. O entorno ganhará muito. A parceria tem a intenção de contribuir com a Santa Casa, projeto que vai ajudá-la em muito. O shopping que construiremos será da Santa Casa. Construiremos e pagaremos um aluguel mensal pelo uso. Depois de um determinado prazo, ou devolvemos tudo à Santa Casa ou renovamos o contrato.

Ressaltamos que todo o projeto dá total garantia à Santa Casa, inclusive com um plano de viabilidade econômica bem claro, que valoriza de imediato o patrimônio centenário da instituição.

Toda a área de térreo será da Santa Casa. Esse é o grande ponto da parceria. Foi isso que convenceu o pessoal da Irmandade. Faremos as construções conforme prevê o Plano Diretor do Município para a área. O terreno continua sendo da Santa Casa, com registro em cartório. Iremos explorar e gerar uma renda extra para Santa Casa. O que existe é um ganho de patrimônio substancial para a instituição, assim que o projeto for iniciado.

A Santa Casa completa em novembro 151 anos de fundação. Nos últimos anos a instituição vem enfrentando problemas financeiros graves e conta com o suporte do governo estadual e municipal para se manter viável financeiramente, já que a remuneração dos procedimentos realizados pelo SUS tem sido insuficiente para manter a instituição de portas abertas para a população. Nos últimos, dados referentes a santas casas do país, apontam que nos últimos sete anos mais de 240 instituições foram fechadas.

Nossa intenção com a parceria traz a proposta de construção do empreendimento multiuso e ampliação do hospital. E garantir um viés de promoção de estabilidade financeira para a Santa Casa, que é filantrópica.

Já foram realizados, inclusive, aportes para os hospitais, o que aponta para a viabilidade financeira do projeto.

O projeto também prevê a mudança dos dois hospitais para outra área, que ainda não foi definida, caso a Irmandade entenda ser mais viável. É importante a sociedade entender os benefícios dessa parceria. Ela reforça que nenhum ponto do projeto representa riscos ao patrimônio da Santa Casa. Pelo contrário, o empreendimento vai valorizar o patrimônio histórico e financeiro da instituição, modernizando, ampliando e preservando as instalações para o atendimento em saúde. A Santa Casa, com o projeto sendo lançado, terá papel importante no processo de revitalização previsto para o Centro de Campinas.

Ressaltamos que o projeto tem apoio incondicional da maioria dos conselheiros que compõe a Irmandade, inclusive com assinatura em contrato. Apesar dos apontamentos realizados, os responsáveis pelo projeto estão abertos para qualquer tipo de sugestão para melhorar os itens do documento. Existem pontos que estão sendo questionados, mas tudo está sendo cumprido conforme o estatuto e o ganho de patrimônio para a Santa Casa é imediato.

Mas por se tratar de um projeto, é claro que podemos fazer ajustes. Estamos falando em um projeto, mas os benefícios e os pontos principais estão todos previstos no contrato.

Os imóveis construídos ao lado dos hospitais também ocupam o terreno. Pelo projeto, e por determinação do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas, Condepacc, as estruturas teriam que ser demolidas.

Pelo projeto, em seu lugar está previsto um amplo espaço verde. São empreendimentos que dão suporte às atividades do hospital e que poderão ser alocadas nos andares de uma das torres previstas para serem construídas, por exemplo, permanecendo ao lado do hospital. Não haverá prejuízo algum, e a cidade ganhará ainda a belíssima vista do conjunto arquitetônico e histórico, que inclui uma capela, e que hoje é totalmente oculta por muros.

O projeto dá ainda a garantia de que a obra não vai parar o atendimento hospitalar à população. A proposta é que o complexo só comece a ser instalado depois que as unidades médicas já estiverem prontas.

Se a Irmandade desejar um outro local para construir o hospital é só apontar que nós construiremos. O que não podemos é perder a oportunidade de viabilizar uma parceria com a qual vão ganhar a Santa Casa, o empreendimento e toda a população de Campinas.

Engenheiro Max Lobato Sales, Diretor Superintendente da Sen

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por