EDITORIAL

Padrão ouro em perda de recurso hídrico

Do Correio Popular
06/02/2024 às 09:28.
Atualizado em 06/02/2024 às 09:28
A troca de 450 km de redes de água foi iniciada em 2021; meta da Sanasa é, nestes quatro anos, executar o mesmo volume que foi feito nos 27 anos anteriores (Rodrigo Zanotto)

A troca de 450 km de redes de água foi iniciada em 2021; meta da Sanasa é, nestes quatro anos, executar o mesmo volume que foi feito nos 27 anos anteriores (Rodrigo Zanotto)

Ao completar 50 anos no próximo dia 14 de março, a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa) celebrará o seu aniversário com um impressionante feito: a substituição de 350 km de rede desde 2021, com a promessa de atingir 450 km até o final deste ano. Esse ritmo vertiginoso de substituição nos últimos quatro anos é digno de aplausos, superando em magnitude o que foi realizado nos 27 anos anteriores. O investimento robusto de R$ 150 milhões, equiparando-se à distância entre Campinas e Curitiba, reflete o compromisso financeiro necessário para concretizar essa iniciativa monumental. Tal empreendimento não é apenas uma obra de infraestrutura, mas um investimento no futuro sustentável da cidade. O uso do polietileno de alta densidade (PeAd) para substituir a antiquada rede de cimento amianto demonstra a busca pela excelência técnica. Este material inovador, com durabilidade superior a 50 anos, não só fortalece a infraestrutura, mas também reduz em 18,2% o Índice de Rompimento por Km de Rede. Este não é apenas um número; é uma prova tangível da eficácia da modernização.

O prefeito Dário Saadi destacou a principal vantagem desse ambicioso projeto: manter o abastecimento e reduzir as perdas. Em um momento em que a segurança hídrica é uma preocupação global, a Sanasa não apenas respondeu a esse desafio, mas também estabeleceu um padrão excepcional para outras cidades seguirem. O presidente da Sanasa, Manuelito Magalhães Júnior, enfatiza a redução impressionante no Índice de Rompimento por Km de Rede, alcançando patamares de países desenvolvidos. Essa conquista solidifica a posição de Campinas como referência em saneamento e destaca a excelência técnica alcançada pela companhia de saneamento.

Ao situar-se entre os oito municípios com a menor taxa de desperdício de água entre as 100 cidades mais populosas do Brasil, segundo o Instituto Trata Brasil, Campinas mostra que é possível alinhar crescimento urbano com responsabilidade ambiental. Com uma perda de 20,57%, o município ostenta um índice praticamente metade da média nacional, contribuindo significativamente para a preservação dos preciosos recursos hídricos. A Sanasa não apenas fornece água e saneamento, mas molda um futuro onde a sustentabilidade é a base do desenvolvimento. Campinas pode se orgulhar de estar na vanguarda, e a Sanasa merece nosso reconhecimento por sua dedicação incansável à segurança hídrica e ao avanço sustentável. Que este seja apenas o começo de muitos anos de realizações exemplares. Parabéns à Sanasa pelos 50 anos de serviço exemplar à comunidade de Campinas.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por