editorial / do correio popular

O preço da dependência externa

Do Correio Popular
20/07/2022 às 21:14.
Atualizado em 21/07/2022 às 08:35

Na Rede Mário Gatti, o estoque de contraste aplicado em exames de tomografia caiu drasticamente (Cedoc/RAC)

Na física, a lei do retorno pode estar diretamente relacionada às leis de Newton, enquanto nas relações humanas vivenciamos esses mesmos eventos naturais em um contexto psicológico e social. Tudo no universo funciona baseado nesse mecanismo. Das coisas mais simples às complexas, um dia a conta chega. E esse dia chegou. Tanto que a população campineira já sofre as consequências nefastas dos acontecimentos externos que estão ocorrendo do outro lado do mundo e que afetam a distribuição de medicamentos indispensáveis ao tratamento de doenças, realização de exames clínicos e procedimentos cirúrgicos de menor gravidade ou urgência. Farmácias de todo o país registram a falta de antibióticos, por exemplo.

A desindustrialização e o consequente aumento da dependência externa do fornecimento de insumos para a fabricação de remédios e vacinas provocam um cenário assustador. Na Rede Mário Gatti, o estoque de contraste aplicado em exames de tomografia caiu drasticamente, reduzindo de 90 dias para 7, sendo que, nos casos de urgência, emergência e de pacientes internados, a reserva atual será suficiente para suprir a demanda por somente 40 dias. Diante da gravidade dessa crise de abastecimento, o governo do Estado e a Prefeitura de Campinas decidiram enviar ofícios ao Ministério da Saúde, cobrando providências urgentes para restabelecer o fornecimento dos fármacos. Em resposta, a pasta federal atribuiu o apagão de remédios e insumos médicos à dificuldade de importação desses produtos da China, que decidiu fechar os portos para conter a disseminação de uma nova onda de covid-19 no país.

Outro evento de grande impacto na importação de bens essenciais - como o aço, por exemplo, cuja escassez no mercado fez o seu preço disparar, inflacionando o custo de obras públicas - é a Guerra da Ucrânia. Neste caso, o problema está diretamente relacionado aos efeitos produzidos pelas sanções econômicas impostas pelos países do Ocidente à Rússia e à falta de uma saída diplomática para encerrar o conflito. Lamentavelmente, por conta dessa infeliz cadeia de acontecimentos externos, a Prefeitura de Campinas terá de encontrar outros meios para viabilizar financeiramente a implantação da Parceria Público Privada (PPP) do lixo, cuja planilha indica que os custos da obra praticamente dobraram após a pandemia. Eis como os fatos se interconectam e geram o caos, conforme a teoria do professor Edward Lorenz, de 1969, que afirma: o simples bater das asas de uma borboleta pode ocasionar um tornado do outro lado do mundo.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por