xeque-mate economia / por estéfano barioni

Inflação e Investimento

Estéfano Barioni
19/07/2022 às 20:26.
Atualizado em 20/07/2022 às 08:44

O aumento da inflação em todo o mundo se deve, em grande parte, devido à alta no preço da energia, principalmente do petróleo e do gás natural (Divulgação)

O aumento da inflação em todo o mundo se deve, em grande parte, devido à alta no preço da energia, principalmente do petróleo e do gás natural. Quebras nas cadeias internacionais de suprimento e as consequentes faltas de produtos também contribuíram, é claro, mas a alta dos preços em todo o mundo, especialmente a verificada neste ano, tem uma relação estreita com os aumentos nos preços da energia. 

Preços

Desde o começo do ano, o preço do barril do petróleo subiu 30%, saindo de US$ 78,80 para os atuais US$ 102, e chegando a valores tão altos como US$ 127 em março. Os preços dos contratos de gás natural começaram o ano a US$ 3,75 (por 10 mil MMBTU, unidade de medida do gás natural) e aumentaram 98% para chegar aos atuais US$ 7,41. No meio do ano, esses contratos chegaram ao preço de US$ 9,33 no começo de junho. 

FRASE

"O gás natural é um insumo de muitos processos industriais."
Aubrey McClendon, empresário norte-americano

Brasil

No Brasil, a alta do petróleo e de seus derivados tem tido implicações tanto para o consumidor final, pelo aumento da gasolina, do óleo diesel e do GLP, como também impactos indiretos sobre a inflação, através de transmissões pelo aumento dos custos de transporte. No caso do gás natural, cada vez mais utilizado para geração elétrica, o aumento pode causar impactos duradouros nos preços da eletricidade. 

Importação

O Brasil atualmente importa combustíveis para conseguir atender seu mercado consumidor, uma vez que a produção interna é menor do que a demanda. No ano passado, o Brasil importou 8% de todo a gasolina consumida no país. No óleo diesel, a importação foi responsável por atender a 23% da demanda. Além disso, o país importa gás natural para o funcionamento de várias termelétricas e a importação de gás natural liquefeito tem aumentado a cada ano.

Capacidade

Uma solução para tornar o Brasil mais imune às variações dos preços de curto prazo das commodities energéticas seria investir no aumento da capacidade de produção interna. No caso da oferta de combustíveis, o problema está na estrutura de refino, que não possui capacidade para processar o petróleo de maneira a atender a toda a demanda interna. 

Gás Natural

Já no caso do gás natural, existem muitas reservas ainda não exploradas no Brasil, tanto em campos onde o gás natural se encontra associado ou não associado ao petróleo. No mês passado, a EPE (Empresa de Pesquisa Energética, órgão do governo destinado ao planejamento energético) divulgou um relatório sobre os custos de desenvolvimento da produção de petróleo e gás natural.

Projetos

Foram analisados 12 projetos, sendo 3 deles para exploração de reservas terrestres, 3 para exploração marítima no pré-sal (com profundidade entre 5000 e 7000 m), e 6 projetos para exploração marítima no pós-sal (com profundidade entre 2000 e 3000 m). O investimento necessário para a exploração dos 12 projetos é estimado em R$ 85 bilhões.

Projetos 2

Os doze projetos somados possuem capacidade de produção de 2,2 bilhões de barris de petróleo e produção de 276 bilhões de metros cúbicos de gás natural. Os números em si são de difícil compreensão, mas equivalem a aproximadamente 3 anos do consumo brasileiro atual de petróleo e 10 anos do consumo atual de gás natural.

Custo

A estimativa do custo de investimento por barril equivalente de petróleo extraído fica entre US$ 1,97/barril e US$ 21,79/barril. Esses valores não contemplam os custos de operação para realizar a extração (energia, pessoal, seguros) e nem os custos da estrutura dos dutos de transporte, mas mesmo assim a margem é enorme em um cenário de preços a US$ 102,00/barril. 

Investimento

Os projetos poderiam gerar riqueza e aliviar as pressões inflacionárias, mas seguem esperando. A Petrobras lucra com o petróleo acima de cem dólares, mas não tem dinheiro para investir nos projetos. E o governo também não tem recursos para investir e nem se atreve a coordenar o projeto, até porque os resultados só seriam alcançados em um prazo maior de quatro anos.
 

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por