em Khan Yunis

Escritora palestina de 32 anos é morta durante bombardeio em Gaza

A autora era formada em bioquímica pela Universidade Islâmica de Gaza e mestre em nutrição clínica

Estadão Conteúdo
23/10/2023 às 10:18.
Atualizado em 23/10/2023 às 10:29
Poeta feminista palestina morre aos 32 anos durante bombardeio em Gaza (Abdalhadi Alijla/ X)

Poeta feminista palestina morre aos 32 anos durante bombardeio em Gaza (Abdalhadi Alijla/ X)

A escritora palestina Heba Abu Nada, de 32 anos, morreu durante um ataque em Khan Yunis, na Faixa de Gaza, na última sexta-feira, 20. A informação foi confirmada pelo Ministério da Cultura palestino, segundo a Agência Brasil.

Conhecida pelo romance Oxygen is Not for the Dead (Oxigênio não é para os mortos, em tradução livre), de 2017, Heba havia ficado em segundo lugar no Prêmio Sharjah de Criatividade Árabe pela estreia na publicação.

A autora era formada em bioquímica pela Universidade Islâmica de Gaza e mestre em nutrição clínica. Recentemente, ela vinha usando seu perfil no X, antigo Twitter, para falar sobre a realidade do conflito.

"A noite da cidade é escura, exceto pelo brilho dos mísseis, silenciosa, exceto pelo som dos bombardeios, assustadora, exceto pela garantia das súplicas, negra, exceto pela luz dos mártires", escreveu ela em uma publicação realizada no último dia 8.

A Editora Tabla, que se dedica a publicar livros sobre culturas do Oriente Médio e Norte da África, lamentou a morte no Instagram.

Em uma publicação que trazia uma foto de Heba e o último tuíte feito pela escritora, a editora escreveu: "que haja uma dimensão, um canto nesse vasto universo onde a alegria, o riso e a dignidade dessas milhares de crianças e jovens possam existir, se espalhar e seguir iluminando."

Ataques a Gaza

Na madrugada desta segunda-feira, 23, houve uma escalada do conflito na região. Israel realizou uma série de ataques aéreos na Faixa de Gaza, enquanto aeronaves atingiram o sul do Líbano durante a noite. Conforme a mídia local, os bombardeios também aconteceram em áreas onde civis palestinos foram instruídos a buscar refúgio.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por