Publicado 19 de Agosto de 2021 - 10h38

Por Do Correio.com

O levantamento divulgado informa que ao menos 13 contas institucionais foram bloqueadas

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O levantamento divulgado informa que ao menos 13 contas institucionais foram bloqueadas

De acordo com relatório divulgado, nesta quinta-feira (19), pela ONG Human Rights Watch o presidente Jair Bolsonaro teria bloqueado ao menos 176 contas em suas redes sociais. 

A organização aponta que a maioria das ações foi feita no Twitter. A lista inclui jornalistas, veículos de imprensa, ONGs, congressistas e influenciadores. 

O relatório foi realizado por meio de pedidos de acesso à informação, solicitando dados do número de perfis bloqueados pelo presidente no Instagram, Twitter e Facebook. 

Escrito por:

Do Correio.com