TURISMO

Olímpia: um oásis no interior paulista

Conhecida por suas águas termais, Olímpia amplia a diversidade de lazer e oferece atrações 24 horas por dia para as famílias

Isadora Stentzer
22/07/2022 às 13:41.
Atualizado em 25/07/2022 às 08:52

Cidade oferece diversão para todas as idades e tem opções de estadia e de lazer tanto para quem quer agito, como para quem busca momentos de relaxamento e sossego (Divulgação)

A busca por petróleo na pequena cidade de Olímpia, a cerca de 350 quilômetros de Campinas, na década de 1950, só não foi fracassada porque debaixo da terra encontraram ouro em água. A abundância do Aquífero Guarani, com águas que atingem até 50 graus, fez com que a cidade se tornasse um polo explorador desse recurso, impulsionando o turismo e fazendo do destino um dos mais procurados da América Latina. 

Foi com esta abundância que a cidade inaugurou, em 1987, o Thermas do Laranjais, que já é o segundo parque aquático mais visitado do mundo, de acordo com a Themed Entertainment Association (TEA/AECOM), e o primeiro da América Latina.

Com mais de 260 mil m², o parque oferece uma gama de atrações, como uma montanha russa aquática, o surf e o lendário – brinquedos que mesclam a potência da água a partir da exploração do Aquífero Guarani –, e recebe mais de 1,5 milhão de pessoas por ano. Um dos gargalos, no entanto, estava na hospedagem desse grande público. No entanto, a partir de 2002 foram surgindo empreendimentos capazes de atender bem a todos os perfis.

Uma praia na cidade

O Hot Beach Park, inaugurado em 2017, traz um conceito diferente de parque aquático para quem já estava acostumado com o Thermas dos Laranjais. Ali, são 130 mil m² de área com 11 piscinas aquecidas – sendo três para área kids –, uma sauna e atrações que fazem o turista se perder no tempo em um lugar capaz de mesclar paz e diversão. 

O parque fica ao lado do Hot Beach Resort, inaugurado em 2018. Todas as pessoas que se hospedam ali têm acesso liberado ao parque. O mesmo benefício vale para os demais hotéis do grupo. 

Após passar as catracas de acesso, uma trilha arborizada faz o turista pensar que está chegando a uma praia em pleno interior de São Paulo. Ao lado esquerdo já é possível ver uma ampla orla de areia, com piscinas que simulam ondas e coqueiros naturais. Ali também há um palco, onde diariamente bandas se apresentam. As águas que aquecem as piscinas vêm do Aquífero Guarani a 50 graus e são resfriadas para ficar entre 28 e 32,5 graus e assim deixar as piscinas na temperatura ideal. Pelo parque ainda há três ofurôs espalhados, onde a temperatura é mais elevada, o que auxilia no alívio a tensões, estresse e dores musculares.

Outras possibilidades no parque

Um pouco mais adiante da “prainha” há uma piscina com bar molhado, onde o som é conduzido por DJs e, pela manhã e à tarde, é oferecida uma hora lúdica de exercícios guiados por uma equipe do próprio parque.

Já do outro lado, uma piscina sem som com bar molhado permite um ambiente acessível e inclusivo a pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Famílias com pessoas com esse diagnóstico ganham, na entrada do parque, uma pulseira diferenciada para garantir prioridade em todos os serviços. Entre os projetos futuros do parque estão a criação de uma light room, uma sala com pouca luz, com profissionais da saúde para atender estas pessoas, em caso de crise.

O Hot Beach Olímpia é o primeiro parque aquático do Brasil com controle computadorizado da qualidade da água das piscinas. O sistema garante condições ideais de banho ao longo de todo o período de funcionamento. Além disso, um sistema de cloração da água não deixa a pele nem os cabelos ressecados. 

Outra inovação tecnológica, que funciona desde a inauguração do Hot Beach, é a “pulseira inteligente”, que dispensa dinheiro ou cartão para pagamento de consumo dentro do parque. Para a compra de qualquer produto em um dos 18 quiosques é só apresentar a pulseira para o registro do consumo. O valor é acertado no final do dia. 

Quem gosta de algo mais agitado, não pode deixar de curtir os dois toboáguas. O primeiro tem duas descidas, que podem ser encaradas com ou sem boia, e o hot pipe é uma atração em que o banhista é arremessado por uma rampa dentro de uma boia, simulando uma rampa de skate.

Acesso à piscina full time

O parque abre diariamente às 9h e fecha às 17h na alta temporada, que ocorre em julho e de dezembro até o Carnaval, mas nos hotéis do grupo, o acesso às piscinas dos empreendimentos é liberado 24 horas por dia. No Resort, que fica ao lado do parque, são 484 apartamentos e uma ampla piscina no andar térreo, próximo ao restaurante.

A pouco mais de 100 metros dele, o Hot Beach Suítes oferece o conceito de casa de férias e tem 442 apartamentos em dois tamanhos: de um ou de dois dormitórios, ambos com cozinha americana equipada com geladeira, fogão, pia e armário com kit básico de utensílios, varanda gourmet com churrasqueira e jogo de mesa e cadeiras. No hall de entrada há uma mercearia onde alimentos podem ser adquiridos.

Pet friendly

A 500 metros do Hot Beach Park, o Celebration Resort Olímpia oferece três piscinas aquecidas, uma de borda infinita, outra com hidromassagem e uma exclusiva para as crianças – todas naturalmente aquecidas a até 32 graus. Considerado um dos 25 melhores resorts do Brasil para famílias, segundo um portal colaborativo de viagens, o empreendimento trabalha com o conceito de pet friendly oferecendo quartos específicos para quem estiver com cães ou gatos (há disponibilidade de telas nas janelas para garantir a proteção do pet). Os animais não podem entrar nas piscinas, mas próximo a elas, os tutores contam com um espaço para deixar os amigos enquanto curtem.

Spa em meio à natureza

Já o Thermas Park Resort & Spa, que fica em meio a uma área verde e foi eleito por várias vezes o melhor resort de Olímpia, é boa escolha para quem busca algo mais reservado. Ali há três piscinas com hidromassagem, ofurôs, uma piscina rasa para crianças pequenas, espaço kids, quadra de areia, academia, estúdio de pilates, sauna e spa. Das três opções de quartos (suíte, luxo e super luxo), duas são em chalés, que permitem descanso longe do agito.

Gastronomia brasileira

Cada um dos hotéis conta com uma vasta opção de alimentação, disponibilizada no café da manhã, almoço e jantar. Mesmo quem é vegetariano ou tem uma dieta restrita encontra itens atrativos nos cardápios. Carne de soja e legumes preparados de diversas maneiras são alguns exemplos. A brasilidade está presente nos cardápios de todos os hotéis e também nos quiosques dentro do Hot Beach Park. Um dos pratos destaque é a moqueca, típica baiana, que pode ser provada no local, mostrando que os dias de passeio em Olímpia agradam corpos, mentes e paladares. 

VALORIZAÇÃO DA CULTURA

Olímpia, de 55 mil habitantes, não é apenas a cidade das águas termais. Em 2017, o município foi reconhecido como a capital do folclore brasileiro, uma ratificação da fama que já carregava há pelo menos 50 anos. Com esse foco é que as atrações na cidade acabam levando todos a se misturarem entre as águas do aquífero e a cultura brasileira. Numa referência a essa conquista, o Hot Beach inaugurou, em junho, um novo espaço concebido para o lazer noturno: a Vila Guarani. Ali não há piscinas. A principal atração é o Vixi, um circuito de arvorismo de 15 metros de altura para crianças e adultos. A Vila é gastronômica, com restaurantes que contemplam opções de cerveja, sorvete e pizza, mas seu pano de fundo, um painel gigante com imagens do folclore brasileiro, lembra que ela está ali pelo respeito à tradição e às abundâncias naturais do Brasil.

A repórter viajou a convite do grupo Ferrasa.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por