Publicado 31 de Agosto de 2021 - 18h39

Por Cibele Vieira/ Correio Popular

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

Carlos Bassan

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

A extensa programação cultural que tradicionalmente acontece no mês de setembro em Campinas está quase finalizada, com capricho nos mínimos detalhes. Afinal, ela celebra o maestro campineiro Carlos Gomes (1836-1896), o mais importante compositor de óperas brasileiro. Ele deu nome a banda, conservatório, museu, teatro e praça. Mas sua herança cultural marca a cidade de uma forma sutil, cativando tanto as pessoas que preferem as cadeiras estofadas quanto aquelas que se sentam debaixo de árvores para apreciar o som de uma orquestra.

Os responsáveis por manter a população tão sintonizada nesse estilo – até bem pouco tempo considerado de elite - são as orquestras (Sinfônica, Filarmônica, de Câmara, de Rock ou Big Band) da cidade. Elas executam de maneira impecável suas partituras, mas também misturam de maneira criativa a música erudita ao cancioneiro popular para cativar inclusive os públicos não tão habituados aos concertos. E, assim, educam os ouvidos e ampliam o repertório da população, fazendo com que o clássico conquiste o gosto popular e forme novas plateias.

Afinal, qual a diferença?

As orquestras Sinfônica e Filarmônica são tecnicamente iguais: se apresentam em grandes salas, tem mais músicos (de 80 a 100) e usam cinco famílias de instrumentos: cordas, madeiras, metais, percussão e teclas. A diferença está na origem: antigamente as sinfônicas eram mantidas por governos, enquanto as filarmônicas por amantes da música ou iniciativa privada. Hoje elas têm financiamentos híbridos (público e privado).

As Orquestras de Câmara se apresentam em salas menores (por isso o nome) e a formação varia entre oito e vinte integrantes. Geralmente são usados dois tipos de instrumentos (corda e sopro madeira ou metal e percussão), mas também se apresentam com um tipo só (violinos e violoncelos, por exemplo). Outra diferença é que podem ser conduzidas por maestros ou pelo próprio spalla (primeiro-violino).

Já as Big Bands - expressão em inglês que indica um grande grupo instrumental associado ao jazz – tem entre 12 e 25 músicos e quatro naipes de instrumentos: os saxofones, os trompetes, trombones e a ‘cozinha’ – que executa a base harmônica – com guitarra, bateria, baixo ou contrabaixo, e piano. Algumas big bands podem incorporar outros instrumentos dependendo do estilo e arranjo musical.

Ouça e fique zen

Se você é daqueles que torce o nariz para o som das orquestras, é melhor repensar. Pesquisas científicas já comprovaram diversos benefícios para a saúde quando se ouve música clássica. Entre eles: acalmar os nervos, reduzir a dor e a ansiedade, baixar a pressão arterial, combater a insônia, aumentar e despertar emoções e até ajudar no desenvolvimento do cérebro das crianças e aumentar a imunidade dos bebês.

Um estudo da Universidade de Stanford, intitulado As vantagens de ouvir música: resposta e conectividade do sistema mesolímbico, constatou que ouvir música clássica produz benefícios psicológicos.

A pesquisa apontou que, ao ouvir esse tipo de música, o fluxo de sangue aumenta em diversas áreas do cérebro, ativando as que são ligadas à autonomia, cognição e emoção, ao mesmo tempo em que libera dopamina.

A dopamina é uma substância química que, entre outras coisas, afeta o estado emocional e a habilidade de sentir prazer. A liberação de dopamina, que ocorre enquanto outras áreas do cérebro interagem, permite o aumento da sensação de bem-estar. “O benefício da música clássica implica no nosso entendimento sobre desordens como depressão, bipolaridade e esquizofrenia”, afirmam os autores do estudo.

CONHEÇA OS PRINCIPAIS GRUPOS MUSICAIS DE CAMPINAS

 

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC)

Regente: Victor Hugo Toro

Repertório: clássico e popular

Diferencial: uma das mais antigas do País em atividade, mescla obras de grandes compositores com o trabalho de artistas regionais

Fundação: 6 de outubro de 1929, como Associação Symphonica Campineira

Mantido por: Prefeitura Municipal (desde 1975).

Agenda: concerto dia 4 de setembro em homenagem a Carlos Gomes, no Teatro Castro Mendes, transmitido pelo canal do YouTube Abraça Campinas.

http://www.osmc.com.br/  

 

Orquestra Rock

Orquestra Rock

Músicos: entre 35 e 40 músicos (depende do programa)

Regente: Martin Lazarov

Repertório: arranjos e versões exclusivas de clássicos do Rock nacional e internacional

Diferencial: criada como atração para o projeto cultural beneficente Arte do Bem, divide o palco com nomes do Pop Rock nacional em arranjos especiais

Fundação: 2015 - Originalmente batizada de Orquestra Arte do Bem

Mantida por: projetos financiados por Leis de Incentivo à Cultura com patrocinadores.

Agenda:

3/10 às 18h- Concerto Live gratuito - Orquestra Rock toca Anos 80 Internacional

31/10 às 20h - Orquestra Rock convida Dinho Ouro Preto - Evento Presencial no Tom Brasil (São Paulo)

www.orquestrarock.com.br  

 

 

Orquestra Anelo

Orquestra Anelo

Músicos: 20

Regente: Guilherme Ribeiro

Repertório: formação de repertório arranjado, tendo a música brasileira e o jazz americano como referência estética

Diferencial: formação que deriva de uma tradicional big band de jazz. Os arranjos são elaborados especialmente para sua formação instrumental.

Fundação: 2018. É o maior grupo instrumental do Instituto Anelo, associação que oferece aulas gratuitas de música no distrito do Campo Grande, em Campinas

Mantida por: Programa Instituto Anelo - Música e Cidadania, com patrocínio de empresas.

https://youtube.com/playlist?list=PL1iTselxbXBIZLiDP6-iaHzOOmIwUvhA_ 

  

 

Orquestra de Câmara da PUC-Campinas

Orquestra de Câmara da PUC-Campinas

Músicos: 18

Regente: Moisés Cantos

Repertório: música erudita, MPB, Rock e temas de filmes

Diferencial: integrada por músicos da comunidade externa, contempla instrumentos de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico), piano e bateria.

Fundação: 2018

Mantida por: PUC-Campinas

Agenda: previsão de retomada em 2022.

https://www.puc-campinas.edu.br/cca/grupo-de-musica-de-camara/  

  

Seconda Prattica Coro e Orquestra

 

Seconda Prattica Coro e Orquestra

Músicos: 24

Regente: Moisés Cantos

Repertório: erudito

Diferencial: apresenta a música com uma estética diferente, interpretando as ideias do compositor e do período em que a peça foi escrita

Fundação: 2003

Mantida por: projetos patrocinados via leis de incentivos fiscais

Agenda: 18 de setembro, presencial, no Teatro Castro Mendes (gravação de CD)

https://www.secondaprattica.com.br/ 

  

Orquestra Sinfônica da Unicamp

Orquestra Sinfônica da Unicamp 

Músicos: 40

Regente: Cinthia Alireti

Repertório: clássica, compositores brasileiros, música brasileira

Diferencial: realiza concertos, óperas, gravações, espetáculos multimídia, programas de educação e formação de público, música de câmara, atuando como laboratório de pesquisa em criação e performance musical.

Fundação: 1982

Mantida por: Universidade Estadual de Campinas (Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural) e doações

https://www.youtube.com/channel/UCxTwgSlcMefKJCJPF2_fwqQ 

 

 

Camerata Jovem de Campinas

Camerata Jovem de Campinas

Músicos: 18

Regente: Moisés Cantos

Repertório: música popular, temas de filmes e clássicos do rock

Diferencial: Repertórios que possibilitam interação com o público (percussão corporal)

Fundação: 2018

Mantida por: projetos patrocinados por leis de incentivos fiscais

Agenda: 9 de outubro, presencial, em Paulínia

http://camerata-jovemcampinas.com 

 

Orquestra Filarmônica Nazareno

 

Orquestra Filarmônica Nazareno

Músicos: 45

Regente: Ronaldo Marquetti

Repertório: músicas cristãs (das tradicionais ao gospel contemporâneo)

Diferencial: composta por músicos voluntários

Fundação: 1993

Mantida por: Igreja do Nazareno Central

Agenda: todo domingo, às 10h, na Igreja do Nazareno Central

https://www.youtube.com/channel/UC3h_ojAK64oTDdB0oUazScA 

Escrito por:

Cibele Vieira/ Correio Popular