PONTE PRETA

Um banco versátil e decisivo

Com jogadores lesionados, Dodô e Jean Carlos superam obstáculos e auxiliam reação da Macaca Rocha fará mudanças para a partida de amanhã, contra o Coritiba, fora de casa

Elias Aredes
13/05/2024 às 15:04.
Atualizado em 13/05/2024 às 15:04
Após anotar o terceiro gol contra o Amazonas, o atacante Dodô também marcou diante do Operário-PR (Marcos Ribolli-Pontepress)

Após anotar o terceiro gol contra o Amazonas, o atacante Dodô também marcou diante do Operário-PR (Marcos Ribolli-Pontepress)

O empate da Ponte Preta contra o Operário obtido em cima da hora teve a marca de dois jogadores que iniciaram a temporada com a missão de buscar espaço no time titular. Eles passaram por provações e reiniciam suas reconstruções junto a comissão técnica comandada pelo técnico Brigatti.

Autor do gol salvador aos 50 minutos do segundo tempo, o atacante Dodô marcou pelo segundo jogo consecutivo com a camisa da Ponte Preta. Contratado no início do ano por empréstimo junto ao Goiás, o atleta de 22 anos quer mudar o rumo de sua carreira. O atleta teve 15 jogos pelo Goiás em 2023 e anotou apenas dois gols. Revelado pela base do Santos, o atleta teve passagens por Villa Nova-MG, Coimbra- MG, a quem pertence, Ferroviária, Barretos e Oeste.

Na alvinegra, a história começou diferente ao marcar dois gols nos sete jogos em que participou durante o Campeonato Paulista. A marca só não foi melhor em virtude de uma lesão no tornozelo que lhe excluiu da segunda parte da fase inicial. Apesar de ter ficado á disposição para o confronto com o Palmeiras, nas quartas de final, o jogador perdeu espaço e foi direcionado ao banco de reservas na Série B.

Dodô não se abateu. Na partida contra o Amazonas, foi o autor do terceiro gol. Na rodada seguinte, em Ponta Grossa-PR, após receber passe do volante Emerson, Dodô balançou as redes e provoca novas dúvidas na cabeça do técnico João Brigatti. Além de Dodô, as opções ofensivas do elenco são as de Jeh, Renato, Gabriel Novaes, Iago Dias, Luã Rodrigues, Venícius, Everton Brito, Matheus Régis e Guilherme Beléa.

Outro jogador com bom desempenho ao entrar no campo, o lateral esquerdo Jean Carlos, foi acionado para executar as funções do titular Gabriel Risso. A performance com a camisa pontepretana é um processo de recuperação que parecia sem fim.

O drama começou em maio do ano passado. Na partida contra o Botafogo- SP, o lateral entrou no intervalo e se machucou sozinho ao tentar arrancar em busca de um lançamento. Foi preciso aguardar 58 dias entre a lesão e a cirurgia. A justificativa foi feita "por orientação da equipe cirúrgica para aguardar a cicatrização do ligamento".

Era um novo capítulo de um drama iniciado desde sua chegada em 2017. O jogador desembarcou no Moisés Lucarelli e dois anos depois chamou atenção do técnico da equipe profissional, Jorginho Campos. O processo de integração foi atrapalhado pela primeira lesão grave no joelho direito.

No Campeonato Paulista Sub-20, em maio de 2019, o lateral-esquerdo rompeu o ligamento cruzado anterior e teve que se submeter a dez meses de recuperação. Resultado: um ano sem atuar. Novo retorno ocorreu em março de 2021, sob o comando do técnico Fábio Moreno, durante o Campeonato Paulista.

Com a boa produtividade de Jean Carlos, o técnico João Brigatti ganha mais uma opção para a lateral esquerda, que conta ainda com Zé Mario e o titular Gabriel Risso.

Com cinco pontos ganhos, os treinamentos marcados até a próxima terça-feira serão direcionados aos preparativos para o jogo contra o Santos, quarta-feira, às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli.

Nas entrevistas coletivas, Brigatti nunca descartou a possibilidade de modificar o esquema tático. Na vitória contra o Amazonas e o empate diante do Fantasma, a equipe teve uma formação com três atacantes, ao contrário da estreia contra o Coritiba, quando o time jogou com três zagueiros.

Outra atenção será direcionada ao Departamento Médico, em que o centroavante Jeh está em processo de recuperação de lesão no joelho. O atacante Renato, por sua vez, vivencia um processo de transição física antes de retornar aos gramados. Enquanto a dupla não se recupera, Gabriel Novaes continua como titular do ataque. Se algum imprevisto for registrado, Iago Dias será improvisado no setor.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por