VITÓRIA EM TOMBOS

Macaca saboreia lucros e dividendos após a reabilitação

Gol de Élvis tira Alvinegra campineira do Z4 e alivia pressão sobre técnico, jogadores e dirigentes

Esportes Já
13/11/2023 às 09:24.
Atualizado em 13/11/2023 às 09:24
O lateral-esquerdo usou de sua experiência para marcar com eficiência e segurar o ataque do Tombense (Victor Souza/Tombense F.C)

O lateral-esquerdo usou de sua experiência para marcar com eficiência e segurar o ataque do Tombense (Victor Souza/Tombense F.C)

Após vencer o Tombense no sábado e sair da zona do rebaixamento, a Ponte Preta vai iniciar a semana de treinamentos com a esperança de iniciar um processo de recuperação não somente na classificação geral, mas em outros compartimentos da equipe. A primeira reabilitação celebrada é da própria equipe que quebrou um jejum de 10 partidas sem vencer e de quatro confrontos sem balançar a rede do adversário.

João Brigatti é outro que tem motivos para comemorar. Apesar de encontrar-se garantido para trabalhar no próximo Campeonato Paulista, o ex-goleiro mostrou incômodo com a ausência de vitórias e especialmente com o baixo aproveitamento na pontuação. Agora, dos 18 pontos que disputou no banco de reservas da Alvinegra, o ex-goleiro conquistou cinco, o que produz um aproveitamento de 27,77%. Anteriormente, o percentual do treinador estava acima de 13%.

O rendimento, no entanto, encontra-se muito aquém de suas passagens anteriores. A anterior, encerrada em 2020, produziu em 24 partidas um aproveitamento de 52,70%, o que engloba jogos do Campeonato Paulista e Série B do Campeonato Brasileiro. 

Se o comandante do banco de reservas está satisfeito, Elvis, atual detentor da camisa 10, quer viver um novo momento na sua trajetória no estádio Moisés Lucarelli. Quando foi contratado, em julho do ano passado, ele chegou para suprir uma carência da equipe treinada por Hélio dos Anjos. O armador caiu nas graças da Comissão Técnica, da torcida e foi a principal figura na campanha que culminou com a conquista da Série A-2 do Campeonato Paulista deste ano. Elvis foi o autor da cobrança decisiva que assegurou a vitória nos pênaltis sobre o Novorizontino pelo placar de 3 a 2.

Após a saída de Hélio dos Anjos e as contratações de Felipe Moreira, Pintado e de João Brigatti, Elvis viveu altos e baixos no gramado e ainda precisou conviver com lesões musculares. O gol diante do Tombense, além de assegurar os três pontos abriu espaço para construção de uma marca importante, pois o atleta voltou a marcar após viver um jejum de nove meses. O último gol anotado foi no empate com o Juventus no dia 05 de fevereiro.

O triunfo em Tombos (MG) produziu outras consequências positivas. Foi a primeira vez que a Ponte Preta venceu o time mineiro, cujo retrospecto histórico agora dá uma vitória para cada lado e dois empates, ambos sem abertura de contagem.

Outro agraciado com o resultado foi o presidente Marco Antonio Eberlin. Pressionado a resolver a situação financeira junto aos jogadores, o dirigente pagou um mês de salário na terça-feira e ainda se comprometeu a pagar uma bonificação de R$ 500 mil para ser dividido entre todo o elenco caso a Alvinegra consiga a permanência na Série B. Mesmo assim, ele vem sendo chamado para dar explicações sobre o atual quadro.

Em entrevista nesta semana à reportagem do Correio Popular, o presidente do Conselho Deliberativo, Tagino Alves dos Santos, assegurou que a situação do futebol será analisada na Reunião do Conselho Deliberativo que será realizada nesta semana e que o presidente pontepretano receberá espaço para explicar sobre as medidas tomadas.

Em relação às possibilidades matemáticas, o clima de expectativa prevalece. Antes do início da rodada, as possibilidades de queda da Macaca de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade de Minas Gerais encontravamse em 64,5%. ABC e Londrina já estão matematicamente rebaixados e duas vagas estão em disputa. A Chapecoense continua ameaçada, pois o seu percentual de risco está em 81,5%. Já o Sampaio Corrêa tem risco de 37,8%. Para os matemáticos da UFMG, quem somar 41 pontos tem 0,81% de chance de disputar a Série C em 2024. O risco de quem somar 40 pontos é de 7,39%. Já para quem terminar com 39 pontos a chance de cair é de 29%.

O próximo desafio da Macaca seria diante do Juventude, no próximo sábado, às 17 horas, no estádio Alfredo Jaconi. No primeiro turno, as duas equipes empataram sem gols no estádio Moisés Lucarelli.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por