FUTURO

Guarani debate reformulação na base

Na temporada 2023, clube esteve longe de confirmar sua tradição de revelar jogadores

Esportes Já
04/12/2023 às 14:36.
Atualizado em 04/12/2023 às 14:36
O lateral-esquerdo Yan é uma das promessas que integram o elenco profissional (Thomaz Marostegan/Guarani FC)

O lateral-esquerdo Yan é uma das promessas que integram o elenco profissional (Thomaz Marostegan/Guarani FC)

Reconhecido celeiro de craques, o Guarani esteve bem distante de confirmar essa tradição na temporada de 2023. Nenhum jogador formado no Brinco de Ouro recentemente esteve ao menos entre os coadjuvantes do time na Série B do Campeonato Brasileiro. A diretoria reconhece que o clube precisa evoluir dentro desse departamento, embora aponte progressos. O CEO Ricardo Moisés afirmou que está em debate dentro do conselho gestor uma reformulação no setor da base.

Entre os formados no clube atualmente, somente os laterais Yan e Eliel e o goleiro Álvaro tiveram oportunidade de atuar. Os três fizeram apenas um jogo, e só Yan atuou como titular. No Campeonato Paulista, o atacante Rafael Freitas teve mais visibilidade, com oito partidas, mas também iniciou entre os 11 apenas uma vez.

Moisés elogiou a qualidade desses atletas, mas reconheceu que o departamento não evoluiu na atual gestão dentro da velocidade desejada. "Não tivemos uma solidez para seguir progredindo", afirmou. "Mas vamos continuar evoluindo."

O CEO lembrou que na parte estrutural o clube conquistou avanços em relação à base. "O clube nunca teve um CT voltado para a formação e agora tem. Também não tínhamos um certificado de clube formador, mas temos agora. Estamos caminhando. Só se chega em um objetivo dando todos os passos. Se queimarmos etapas fica difícil", argumentou. 

O ex-superintendente de futebol do Guarani, Lucas Drubscky, declarou em sua apresentação no Ceará, onde inicia um novo trabalho, que o clube de Campinas tem um hiato entre a base e o profissional. Juliano Camargo, seu substituto no Brinco, apresentado na semana passada, já avisou que pretende trabalhar com os departamentos integrados, buscando o aproveitamento maior das categorias de base, embora reconheça que precise se aprofundar mais sobre a atual realidade do clube neste assunto.

A Copa São Paulo de Futebol Júnior vai movimentar os atletas de base do Brasil no início de janeiro e será uma boa oportunidade para diretoria e comissão técnica do Guarani observarem os garotos em competição. O Bugrinho está no Grupo 9, com sede em Tupã. Além dos anfitriões, os adversários serão AtléticoGO e Operário-PR. A competição será disputada entre o dia 2 e 25 de janeiro.

SEMANA DE TRABALHO

Depois de apresentar Camargo na última quinta-feira, o Guarani já deve começar a ter algumas pendências resolvidas nesta semana em relação à montagem do elenco para a temporada 2024.

O lateral-esquerdo reserva Caíque e os zagueiros Lucão e Alan Santos tiveram seus contratos encerrados no dia 30 de novembro e a diretoria não deu uma posição sobre renovação dos vínculos. Além disso, o clube não conseguiu manter o atacante Bruno José e o meia Bruninho. Caso novos titulares sigam o mesmo caminho, ficará cada vez mais difícil seguir com a base que terminou o Brasileiro, como é o desejo expresso do novo superintendente. Os volantes Matheus Barbosa e Matheus Bueno estão nos planos para 2024, assim como o atacante Derek. O contrato do primeiro termina no dia 31 de dezembro e os outros dois, embora tenham compromissos até 2025, estão sendo assediados por outros clubes. No mercado, o clube faz sondagens em busca de reforços. O atacante Vagner Love é um dos nomes pretendidos, mas uma negociação esbarra nos altos valores envolvidos.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por