TAEKWONDO

Campinas golpeia por vagas na seleção

Cidade terá dois estreantes e pentacampeã brasileira no Grand Slam de Taekwondo em março, no Rio de Janeiro

Esportes Já
27/02/2024 às 08:05.
Atualizado em 27/02/2024 às 08:05
Larissa e o técnico Vitor Cardoso (Divulgação)

Larissa e o técnico Vitor Cardoso (Divulgação)

A ansiedade está alta, mas a confiança também. Laerte Vieira e Julia Benelli se preparam para competir, pela primeira vez, no Grand Slam de Taekwondo no próximo mês. Os lutadores de Campinas estarão duelando contra os melhores do país na competição que define os integrantes da seleção brasileira em 2024. Outra representante da cidade é a pentacampeã nacional Larissa Pirola, que buscará a permanência na seleção. O trio faz parte da academia Keumgang Sports/ Ponte Preta.

Organizado pela Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), o Grand Slam é uma competição anual. Em 2024, ela acontece entre os dias 6 e 10 de março no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Em tese, o campeonato reúne os campeões estaduais e os melhores colocados no ranking nacional. Os dois melhores de cada categoria passam a integrar a seleção brasileira. O primeiro colocado é o titular e o segundo, o reserva.

Laerte, de 21 anos, e Larissa, de 24, duelam na categoria adulta, e Julia, de 15, na juvenil. Segundo o técnico Vitor Santos Cardoso, a preparação do trio nos últimos meses foi intensa. “Eles estão bem preparados. Os treinos foram fortes, trouxemos outras equipes na academia para aprimorar a condição deles”, afirmou.

Júlia, que luta na categoria -55kg, disputará no Rio de Janeiro a sua primeira competição nacional. “Estamos alertas para ver como será o desempenho dela. É uma atleta que terá a possibilidade de adquirir experiência, mas não descartamos a chance de ela conseguir vaga na seleção”, explicou Cardoso.

Já Laerte (+87kg) precisou se submeter a um trabalho específico em função de sua estatura. “Na categoria que ele vai competir, os adversários são bem mais altos”, observou o treinador. “Por isso, insistimos em treinos especiais para que ele não leve desvantagem em função dessa diferença.” Cardoso destacou o alto nível dos adversários de Laerte, mas confia no desempenho do lutador de Campinas. Entre seus concorrentes estará Maicon de Andrade Siqueira, que disputará o PréOlímpico para os Jogos de Paris.

Larissa, por sua vez, entra na competição com o objetivo de alcançar a titularidade na seleção. Hoje, ela é reserva dentro de sua categoria (+73kg). A lutadora chegou a integrar o selecionado em 2015 e 2016 e conseguiu voltar em 2023, que foi um ano importante para ela. Depois de participar dos Jogos Mundiais Universitários na China, ela conquistou o pentacampeonato brasileiro em Fortaleza. “É uma atleta experiente que tem boas condições de alcançar seus objetivos no Grand Slam”, analisou o treinador.

Além de ganhar bolsa-atleta, programa de ajuda financeira, o integrante da seleção brasileira de taekwondo participa de competições internacionais e abertas com todos os custos pagos pela CBTKD, e alcança pontuações maiores nos rankings mundiais e olímpicos.

EM PARIS

Na Olimpíada de Paris, o Brasil já tem representantes. Milena Titoneli, Sandy Macedo, Vinicius de Assis, Gabriel Santos e Pedro Alves conquistaram vaga para a disputa por equipes mistas. E Caroline dos Santos, sétima no ranking olímpico, alcançou classificação na categoria até 67kg. O Brasil pode conquistar mais vagas, já que ainda acontecerá o torneio Pré-Olímpico da modalidade.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por