SELEÇÃO BRASILEIRA

Após marcar gol nos acréscimos, Endrick iguala marca de Coutinho e Pelé

Esportes Já
10/06/2024 às 19:00.
Atualizado em 10/06/2024 às 19:00
Antes de fazer 18 anos, jovem marcou nos 3 últimos jogos do Brasil (Rafael Ribeiro/CBF)

Antes de fazer 18 anos, jovem marcou nos 3 últimos jogos do Brasil (Rafael Ribeiro/CBF)

Ao marcar nos acréscimos da partida contra o México na madrugada de ontem, Endrick não apenas garantiu mais uma vitória do Brasil, como também igualou uma marca de dois lendários jogadores da seleção brasileira: Pelé e Coutinho. 

Assim como o atual camisa 9, a ex-dupla do Santos também conseguiu balançar a rede pelo menos três vezes antes de atingir a maioridade - no caso de Pelé, foram 11 gols anotados em jogos considerados pela Fifa e mais um que entra nas contas somente da CBF, contra o Corinthians. Endrick, assim como Pelé, marcou em três jogos consecutivos ainda sendo menor de idade. Apesar do feito, o jovem rechaça comparações com jogadores do passado ou do presente. 

"Sempre tive na minha cabeça que vocês criam coisas malucas. Quando eu era menor, quando eu tinha 16 anos, eu via bastante rede social, não vou mentir. Ficavam me comparando com Vitor Roque, ficavam me comparando com Pelé. Vocês são malucos. Pelé foi o Pelé", disse Endrick, na saída do estádio Kyle Field, onde o Brasil bateu o México por 3 a 2.

"Vocês não devem ficar comparando com ninguém, pra mim isso é feio, e cada um tem sua história, sua realidade, da onde veio e o que passa para poder jogar. E vocês querem ficar comparando. É só deixar fazer história", disse o centroavante.

O atacante afirmou que cada jogador tem sua realidade e sua história. "Vários vieram de baixo, outros de berço de ouro, então é um pouco feio pra vocês ficarem comparando e é só desfrutar do futebol brasileiro", completou o jovem, que fará 18 anos somente após a Copa América, em 21 de julho. 

Antes de marcar contra o México, Endrick já havia deixado a marca dele diante de Inglaterra e Espanha, na Data Fifa de março "Em relação a bater recordes, eu só quero jogar e ajudar a seleção. Não ligo para recordes. Agradeço a Deus cada minuto que eu passa aqui na seleção. E, a cada vez que eu piso no campo, é o meu parque de diversões." 

Na Espanha, país onde vai jogar a partir de agora, pelo Real Madrid, a imprensa local exaltou o gol anotado diante do México e também o colocou como sucessor de Pelé. Após garantir mais um triunfo da seleção brasileira, ele ganhou as manchetes do noticiário esportivo.

"Endrick é o escolhido", afirma a manchete do jornal "As". Em sua análise da partida, o periódico elogia a consistência do atacante - são três gols em três jogos pela seleção -. Prestes a completar 18 anos, ele já considerado uma realidade no futebol. 

No "Marca", o destaque foi para a dupla do Real Madrid que construiu o terceiro tento. "O Madrid lambe os lábios: Vinicius dá assistência, Endrick marca o gol da vitória e comemora como Messi no Bernabéu", afirma a manchete. 

No "Mundo Deportivo", destaque foi dado ao discurso de Dorival. As aspas do treinador brasileiro sobre Endrick foram reproduzidas na íntegra. (AE)

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por