PREPARAÇÃO

Ponte tem sequência desafiadora na Série B

Bahia, Sport e Chape, são os próximos adversários da Macaca

Júlio Nascimento
17/05/2022 às 09:46.
Atualizado em 17/05/2022 às 09:46

Apesar da derrota em casa para o Novorizontino, Ponte Preta confia em reabilitação contra o Bahia, em Salvador (Diego Almeida/Pontepress)

Sem tempo para lamentar o tropeço na última rodada, diante do Novorizontino, no Moisés Lucarelli, a Ponte Preta olha para o futuro na Série B do Campeonato Brasileiro. Mas o que se vê é uma desafiadora sequência que será importante para os rumos da equipe na competição.

A partir de sexta-feira (20), em Salvador, a Ponte Preta enfrenta três das quatro equipes rebaixadas na última Série A do Brasileirão. O Bahia será o primeiro adversário. Depois, a Macaca recebe a Chapecoense e visita o Sport. Os três jogos em um espaço de 11 dias.

Na última rodada, após derrota para o Vasco da Gama, o Bahia caiu para a terceira colocação, mas segue com uma das melhores campanhas da divisão. O Tricolor tem o melhor ataque, com nove gols marcados, além de uma das defesas menos vazadas: apenas três tentos sofridos.

Dos últimos 10 jogos disputados na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Bahia foi derrotado apenas uma vez. Foram sete vitórias, dois empates e uma derrota para o Sport na Copa do Nordeste.

Aliás, a equipe pernambucana foi a responsável por tomar a segunda colocação da Série B, agora com 14 pontos. O Sport, derrotado apenas uma vez na competição, será o responsável por fechar a série desafiadora da Ponte Preta. O sistema defensivo do Leão, comandado por Gilmar Dal Pozzo, é a grande aposta para obter êxito e brigar pelo acesso. O Sport é dono da melhor defesa do campeonato com apenas dois gols sofridos em sete jogos.

O único confronto no Moisés Lucarelli será diante da Chapecoense, no reencontro com Gilson Kleina, atual comandante do time catarinense. Mas um ponto chama atenção e precisa ser observado pela comissão técnica pontepretana: as duas únicas vitórias da Chape foram como visitante (Grêmio e Novorizontino).

Para melhorar

Para conseguir boas apresentações nos próximos jogos – em sequência que pode ser decisiva para o rumo da equipe na Série B -, a Ponte Preta vai precisar melhorar o sistema defensivo. Com apenas três gols marcados, a Alvinegra se consolidou como pior ataque da competição ao lado do CSA.

“Não posso dizer que estou contente com a produção ofensiva da Ponte Preta. A equipe tem funcionado taticamente até o meio-campo, mas quando chega no último terço não estamos produzindo o esperado. Não podemos passar dois jogos com poucas jogadas agudas e sem exigir do goleiro adversário”, explica o técnico Hélio dos Anjos.

Em busca de soluções, a comissão técnica da Macaca trabalha alternativas para deixar o ataque mais produtivo e sem depender de Lucca. O camisa 10 participou com gol em todas vitórias da equipe em 2022, mas ainda é dúvida para enfrentar o Bahia.

“O Lucca saiu do dérbi com problema na cabeça e apareceu no dia seguinte com o joelho inchado. Eu acredito que a contusão dele tenha sido em função do piso duro do clássico. Aí inchou, melhorou e inchou de novo. Teve que fazer um tratamento que tirou totalmente a condição de jogo”, completa.

Se a presença do artilheiro da temporada com oito gols é incerta, a Macaca deve se reforçar com a volta do zagueiro Fábio Sanches e do atacante Echaporã. A dupla não participou da derrota para o Novorizontino na última rodada por conta de um pequeno edema muscular.

Apesar da insatisfação com a produção ofensiva, a Macaca não deve buscar reforços neste momento. Com a janela de transferências fechada por mais um mês., a equipe precisaria encontrar atletas livres no mercado e que encaixassem no perfil desejado.

“A gente tem que tentar resolver com os jogadores que estão aqui. Temos um grupo forte. Mas tem uma coisa que eu falo para eles: não adianta só treinar bem, tem que transferir para o jogo. encerrou o treinador. 

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por