Publicado 05 de Janeiro de 2022 - 8h42

Por Lucas Rossafa / Correio Popular

Aos 23 anos, Léo Santos desembarcou no Estádio Moisés Lucarelli para realização de exames clínicos e físicos

Divulgação

Aos 23 anos, Léo Santos desembarcou no Estádio Moisés Lucarelli para realização de exames clínicos e físicos

A diretoria executiva da Ponte Preta abriu 2021 com o anúncio da contratação de Léo Santos para próxima temporada.

Revelado nas categorias de base do Corinthians, dono dos direitos econômicos, o zagueiro assinou empréstimo junto à Macaca até o final da Série B do Campeonato Brasileiro de 2022.

Aos 23 anos, o beque desembarcou nessa segunda-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, para realização de exames clínicos e físicos e, aprovado, integra-se ao elenco dirigido por Gilson Kleina.

Cobiçado pelo Real Madrid no passado, ele ainda tem passagens na carreira pela Seleção Brasileira Sub-17 e Sub-20. No Timão, sagrou-se bicampeão paulista - em 2017 e 2018 - e foi vice-campeão da Copa do Brasil em 2018.

A partir de 2019, o profissional sofreu duas lesões no joelho e acabou prejudicado, inclusive por tendinite patelar, tendo de ser submetido à cirurgia delicada, além de colecionar uma folha breve de serviço prestado no Fluminense.

Durante estada no Majestoso, Léo, cujo salário será 100% bancado pelo Corinthians, vai disputar titularidade na Ponte Preta com Cleylton, Dedé, Douglas Mendes, Fábio Sanches, Gustavo Cipriano e Thiago Lopes.

Mais um

Outra novidade apresentada pela Ponte Preta foi a contratação de Guilherme Santos para próxima temporada.

Experiente, o lateral-esquerdo foi repassado pelo Tombense, dono dos direitos econômicos, por empréstimo à Macaca até o final da Série B do Campeonato Brasileiro de 2022.

O ala também desembarca no Majestoso para realizar exames clínicos e médicos antes de se juntar ao elenco.

Ele chega a Campinas com status de titular em uma posição carente após saídas de Marcelo Hermes e Rafael Santos, de volta ao Cruzeiro.

Aos 33 anos, Guilherme chega para jogar o Campeonato Paulista e deve ter Jean Carlos, cria das categorias de base, como reserva imediato.

A necessidade de encorpar o setor, depois de perder um nome quase unânime, era tido como urgência nos bastidores do Majestoso.

Revelado no Vasco da Gama, o lateral tem passagens por Atlético-MG, Figueirense, Santos, Atlético-GO, Bahia, Fluminense, Criciúma, Sampaio Corrêa, Fortaleza, Paysandu, Paraná, Botafogo e Juventude, além dos espanhóis Almería e Valladolid. Santos também tem folha de serviços prestados por Jubilo Iwata, do Japão, e Anorthosis, do Chipre.

Em 2021, profissional, porém, esteve em ação apenas por 17 vezes, sendo 15 no Botafogo e duas pelo Juventude, além de uma assistência e nenhum gol anotado.

Até o momento, a Ponte Preta confirmou as contratações do lateral-direito Norberto, do lateral-esquerdo Guilherme Santos, dos zagueiros Dedé e Léo Santos, dos volantes Matheus Jesus, Moisés Ribeiro e Wesley e do centroavante Pedro Júnior.

Igualdade

A Ponte Preta estreou na Copa São Paulo de Futebol Júnior com empate diante da Francana pelo placar de 1 a 1, no Estádio José Lancha Filho, na cidade de Franca, nessa terça-feira à noite, na abertura oficial do Grupo 05.

Com um a menos desde o primeiro tempo, a Macaca, com outra postura na etapa complementar, foi à rede com o lateral-esquerdo Antony, um dos destaques do jogo, enquanto Pedro Policarpo anotou para Veterana na reta final.

A equipe dirigida por Eduardo Abdo foi escalada com Gabriel; Gabriel Oliveira, Henrique, Euller e Antony; Felipinho, Maurício e Vitinho; Matheus Alisson, Eliel e Bruno José.

Com um ponto conquistado em cima de um gramado encharcado, que exigiu bom condicionamento dos jogadores, a Alvinegra volta a campo pela Copinha na próxima sexta-feira, 07 de janeiro, diante do Juventude, a principal força da chave.

Escrito por:

Lucas Rossafa / Correio Popular