Publicado 10 de Setembro de 2021 - 19h19

Por Lucas Rossafa/ Correio Popular

Meta da Ponte Preta, em solo mineiro, é interromper jejum de 14 jogos sem vencer longe do Moisés Lucarelli

Diego Almeida/PontePress

Meta da Ponte Preta, em solo mineiro, é interromper jejum de 14 jogos sem vencer longe do Moisés Lucarelli

A Ponte Preta entra em campo neste sábado pela manhã, a partir das 11h, diante do Cruzeiro, na Arena do Jacaré, com objetivo de confirmar o viés de alta na Série B do Campeonato Brasileiro.

Focada em criar distância em relação à zona de rebaixamento, Macaca faz confronto direto com a Raposa na parte debaixo da tabela em Sete Lagoas, onde está liberado a presença de 30% do público.

Para este compromisso, Alvinegra realiza, no mínimo, duas alterações no time titular. Sem o lateral-esquerdo Rafael Santos, desfalque por força contratual, treinador vai optar pela entrada de Marcelo Hermes desde o início.

"Não é só a manutenção da equipe e a entrada do Marcelo. Houve algumas situações que nós pudemos fazer durante a semana para ter uma equipe equilibrada. É entender que vamos ter que marcar um adversário que vai ter uma outra postura dentro de casa, como já vem fazendo. Que a gente saia com a vitória no final dos 90 minutos", comentou o técnico Gilson Kleina, em coletiva de imprensa.

No meio-campo, Macaca conta com o retorno de André Luiz na vaga de Léo Naldi, agora ao lado de Marcos Júnior, em alta no elenco.

A tendência é de que Lucas Cândido, Yago Henrique e Vini Locatelli, outras alternativas à disposição no elenco, fiquem no banco de reservas.

No sistema ofensivo, é provável que Richard ganhe nova oportunidade entre os titulares, já que Niltinho não vai reunir condições de ser acionado por recente incômodo muscular. Rodrigão, por sua vez, deve ficar fora por virose.

A meta da Ponte Preta em solo mineiro é também interromper jejum de 14 jogos sem saber o que é vencer longe do Estádio Moisés Lucarelli na temporada.

"Esse é um desafio que nós estamos trabalhando. É a busca que a gente faz para o jogo do Cruzeiro. Todos estão buscando um resultado positivo. Eu entendo que a Ponte Preta evoluiu e está em um patamar que já pode buscar esse resultado, mas os erros que estamos cometendo lá fora têm nos custado o nosso resultado", analisou o comandante.

"Eu acho que é melhorar o nosso nível de concentração. Fora de casa, a postura do adversário é diferente e vem tomando as iniciativas. São coisas que estamos pedindo para manter a nossa força e o nosso jeito de jogar em casa, mas também usando uma outra estratégia. Eu acho que isso é importante", emendou.

Clássico

Apesar da proximidade do Dérbi 201 contra o Guarani, na próxima sexta-feira, Gilson Kleina quer a Ponte Preta focada exclusivamente no duelo com o Cruzeiro.

"O foco é no Cruzeiro. A gente sabe que antecede o Dérbi Campineiro, mas estamos pensando nesse jogo. É muito importante somar pontos fora de casa. Há esse intuito de melhorar, buscar a nossa primeira vitória e pontuação para realmente ter uma sequência de resultados positivos", afirmou.

"Então o foco e a mobilização são totais para esse duelo do Cruzeiro. É um jogo em um horário diferente e com a presença de público. Que a gente possa levar essa força que nós estamos tendo no Moisés (Lucarelli) para fora de casa para obter os resultados positivos", completou.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO X PONTE PRETA

Cruzeiro: Fábio; Raúl Cáceres; Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo (Flávio) e Giovanni; Marcinho, Wellington Nem e Rafael Sóbis (Thiago).

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Ponte Preta: Ivan; Felipe Albuquerque, Ednei, Cleylton e Marcelo Hermes; André Luiz, Marcos Júnior e Fessin; Richard, Moisés e João Veras.

Técnico: Gilson Kleina

Local: Estádio Joaquim Henrique Nogueira (Arena do Jacaré), em Sete Lagoas (MG)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Escrito por:

Lucas Rossafa/ Correio Popular