Publicado 04 de Agosto de 2021 - 10h28

Por Lucas Rossafa/ Correio Popular

Departamento Médico da Ponte Preta trabalha para colocar todos os atletas lesionados em condições de jogo

Álvaro Jr./PontePress

Departamento Médico da Ponte Preta trabalha para colocar todos os atletas lesionados em condições de jogo

Gilson Kleina, após empate da Ponte Preta com o CRB por 1 a 1, abriu o jogo em relação à situação física dos jogadores entregues ao Departamento Médico.

Em coletiva de imprensa, o treinador comentou a respeito das lesões do zagueiro Ednei (músculo posterior da coxa esquerda) e do volante Lucas Cândido (adutor esquerdo), vetados da viagem a Maceió de última hora.

A participação da dupla no próximo compromisso da Macaca ainda é tida como improvável e depende de avaliação dos especialistas.

"Lucas Cândido e Ednei são os jogadores que estão tendo tratamento especial. São jogadores que é bom a gente se preocupa, principalmente o Lucas Cândido. É melhor, de repente, dar uma resguardada para o jogo do que, de repente, você perder um jogador por algum tempo maior. Então eu acho que a gente tem que ser inteligente com o Lucas. É claro que é um grande jogador. É um atleta que está entrando e está mudando o ritmo de jogo", explicou o comandante.

"O Ednei foi também por precaução para, de repente, não precisar usar para não ter uma ruptura maior e aí deixar o atleta no tempo do Departamento Médico. Eu acredito que, na semana que vem, ele já possa trabalhar com grupo, mas é importante também salientar que voltou o Rayan. Estava há muito tempo lesionado e voltou muito bem. É duro um atleta que vem de uma lesão, entra no jogo com um a menos e se comportou muito bem, já sabendo da intensidade desse jogo. Então, querendo ou não, a gente ganha jogadores importantes", emendou.

Fora de ação há cerca de 45 dias por conta de cirurgia para corrigir lesão no menisco do joelho direito, Léo Naldi iniciou processo de transição física na Ponte Preta há uma semana, enquanto Niltinho, após testar positivo para o novo coronavírus, está em recondicionamento físico.

"Em relação à volta do Léo Naldi, é claro que o professor Juvenílson (de Souza), junto com o Léo, estão dando toda a atenção. É um jogador que está em uma transição muito forte. Como a gente está desmembrando os treinamentos, eu acredito que, nessa semana, já vai poder trabalhar com grupo. Isso também pode acontecer com o Niltinho, que é pós-Covid, e o próprio jogador que foi contratado, o Iago, para gente poder fazer uma análise mais minuciosa", falou Kleina.

Elogios

Contestado pela torcida nas redes sociais, Vini Locatelli recebeu elogios públicos de Gilson Kleina.

Volante, atual parceiro de André Luiz à frente do miolo de zaga, fez atuação superior em relação às últimas partidas e busca reafirmação na Macaca ao longo da temporada de 2021.

"Eu fico feliz quando um atleta, como o Locatelli, recebe esse elogio. Eu fico feliz. Eu acho que todos têm que receber esse motivo. É um jogo difícil. Você tem que respeitar, porque, quando se põe características de alguns atletas, você tem uma equipe inteligente. Às vezes, você quer aliar intensidade e velocidade, mas tem que respeitar a formatação que você entra e as características dos atletas", analisou o treinador.

"O Locatelli realmente foi, dentro da pergunta, o que eu entendo. Fez um grande jogo, participou muito na parte ofensiva e nos ajudou muito na pressão no homem da bola. Há um desgaste para esse atleta, que tenta pressionar. Não só o Locatelli, como vários jogadores, teve uma exibição acima da média”, acrescentou.

Tabela

Em 16º lugar com 13 pontos, Ponte Preta, agora fora da zona de rebaixamento, volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro no domingo, 08 de agosto, diante do Botafogo, no Estádio Nilton Santos, às 20h30.

Para o confronto no Rio de Janeiro, Macaca tem um desfalque confirmado por indisciplina: o zagueiro Cleylton, expulso em Alagoas, cumpre suspensão automática.

Escrito por:

Lucas Rossafa/ Correio Popular