Publicado 16 de Julho de 2021 - 9h51

Por Odair Alonso/Correio Popular

Para Bidu, o técnico Daniel Paulista está sendo importante para o grupo com a aplicação de novos métodos

Divulgação

Para Bidu, o técnico Daniel Paulista está sendo importante para o grupo com a aplicação de novos métodos

Animado por estar no G4, o Guarani busca a quinta partida invicta e a quarta vitória consecutiva, nesta sexta-feira, às 19h, contra o Confiança, no Estádio Lourival Batista, o Batistão, em Aracajú.

Além das atrações ligadas as quatro linhas, a partida tem o reencontro de Daniel Paulista com seu ex-clube, o time azulino que dirigiu por duas vezes antes de vir para o Bugre campineiro. O goleiro do Dragão, Rafael Santos, também já vestiu a camisa número um do Bugre. E ambas as equipes sofrem com desfalques. O técnico Rodrigo Santana lamenta a perda de seu principal atacante, Hernane Brocador que, contundido, ficará algumas semanas de fora. O treinador bugrino perdeu seu segundo volante, Rodrigo Andrade, que levou o terceiro cartão amarelo e será, naturalmente, substituído, por Índio na composição de meio de campo ao lado de Bruno Silva e Régis.

O inesperado ocorreu com Bruno Sávio que sofreu um desconforto muscular (na verdade ele está desgastado com a sequência de jogos) e várias são as opções de Daniel Paulista. A primeira delas seria a entrada de Andrigo dando um toque de qualidade no meio de campo, ajudando Régis na armação. Outra, que o treinador também gosta muito, seria a entrada simples de Pablo pela direita, para fazer o trio ofensivo com Davó e Júlio César. Mas outras duas opções seriam, ou a colocação de Allan Victor desde o início pela direita, dando mais tempo de jogo para o garoto, ou trazer Davó para a ala, colocando Lucão do Break no meio, o que parece o menos provável.

O treinador bugrino perdeu Matheus Ludke como opção para a lateral direita e espera a definição do departamento médico para ter mais atletas no banco. Carlão é esperado para breve. Ian Carlo, Tony e Rafael Costa ainda estão no departamento médico.

Quem já foi liberado, mas está em transição é o goleiro Rafael Martins e o volante Eduardo Person. Ambos devem voltar em uma semana ou no máximo dez dias.

Daniel Paulista sabe as dificuldades que irá enfrentar: ”O Confiança é sempre um adversário perigoso jogando em casa. Nós conseguimos o equilíbrio tanto na parte defensiva quanto na ofensiva, por isso a equipe tem conseguido bons resultados. Mas a gente sempre pode melhorar, temos de ser inteligentes e observar o adversário, ter muita calma, especialmente na hora das definições".

Bidu

O lateral esquerdo Bidú conversou com a imprensa e falou sobre a maratona de jogos: “Acredito que a recuperação é muito importante para o atleta e o clube está usando os mais importantes métodos para recuperar os jogadores o mais rápido possível. Isso nos ajuda demais”. Elogiou ainda os métodos do técnico bugrino: “O treinador está sendo muito importante para nós, para a equipe toda no campeonato, ele vem tendo uma preocupação com a marcação e, aos poucos, eu mesmo, por exemplo, vou tentando me moldar, evoluir, isto está ajudando muito neste aspecto”.

Felicidade

Bidú se mostra contente com o que tem produzido: “Estou muito feliz com minhas atuações e isso vem de dentro do vestiário, onde deve existir muita união entre todos os jogadores e comissão técnica".

 

 

 

Escrito por:

Odair Alonso/Correio Popular