Publicado 19 de Dezembro de 2021 - 10h40

Por Lucas Rossafa / Correio Popular

Intocável no time durante a temporada, Andrigo perdeu a condição de titular devido contusão no pé esquerdo

Thomaz Marostegan/Guarani FC

Intocável no time durante a temporada, Andrigo perdeu a condição de titular devido contusão no pé esquerdo

O Guarani encaminhou a renovação contratual de Andrigo por mais uma temporada.

Otimista por desfecho positivo, o Bugre deve assinar em definitivo com o meio-campista até o final da Série B do Campeonato Brasileiro de 2022.

O camisa 10, cujo acordo anterior tinha validade em 30 de novembro de 2021, vai continuar no Brinco de Ouro da Princesa pelo segundo ano consecutivo.

Na negociação conduzida por Michel Alves, superintendente executivo de futebol, restam poucos detalhes a serem definidos.

O Alviverde ainda negocia alguns pontos relacionados ao salário, porém está muito perto de entrar em um acordo para assinatura do vínculo.

A tendência é de que, nos próximos dias, todos os entraves sejam resolvidos antes do anúncio oficial por parte do Departamento de Futebol.

Andrigo é uma das prioridades do elenco que encerrou a última temporada.

Não à toa, disputou 45 jogos e contribuiu com cinco gols - sendo quatro no Campeonato Paulista - e cinco assistências ao longo de 2021, tornando-se o principal protagonista do time entre fevereiro e maio.

Intocável sob comando de Allan Aal, ex-treinador, o armador perdeu a condição de titular graças à fascite plantar no pé esquerdo, em lesão sofrida logo na abertura da Série B - ele passou um tempo no Departamento Médico, perdeu condição física e viu Régis tomar conta da posição.

Vai sair?

As propostas do exterior afastaram a renovação de Júlio César com o Guarani para próxima temporada.

Emprestado pelo Portimonense (POR) até 31 de dezembro de 2021, atacante tem continuidade improvável no Bugre no ano que vem e pode estar de malas prontas.

Consultado por clubes de Japão e Coreia do Sul, o camisa 94 já deixou claro ao Departamento de Futebol a intenção de ser valorizado financeiramente para renovar o acordo em 2022.

Neste momento, entretanto, a permanência para disputa do Campeonato Paulista é incerta, segundo apuração da reportagem do Correio Popular.

Anunciado como reforço em fevereiro, Júlio foi titular absoluto com os técnicos Allan Aal e Daniel Paulista.

Apesar de ter contribuído com apenas cinco gols e quatro assistências em 43 jogos, atleta desempenhou importante papel tático na recomposição pelo lado esquerdo com Bidu.

O Guarani ainda não deu a negociação como encerrada de forma oficial e busca encontrar formas de viabilizar a ampliação do contrato.

O fato de retornar ao exterior e ganhar em uma outra moeda também é um atrativo para o profissional deixar o Brasil pela segunda vez na carreira.

Base

Após sorteio na Federação Paulista de Futebol (FPF), o Guarani integra o Grupo 2 da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Com sede em Tanabi, cerca de 400 quilômetros de Campinas, Bugre faz parte da chave ao lado de três clubes: Vila Nova, Aquidauanense-MS e Tanabi, dono da casa.

O início do torneio está previsto para 02 de janeiro, domingo, na largada da temporada de 2022 no futebol brasileiro.

A Copinha não aconteceu neste ano por conta da pandemia do novo coronavírus, mas volta a ser disputada a partir do mês que vem, agora na 52ª edição.

Na primeira fase, os times se enfrentam dentro dos grupos - os dois melhores carimbam classificação.

A partir daí os confrontos são eliminatórios até a final, que ocorre no dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo - podem ser inscritos atletas nascidos entre 2001 e 2006.

Campeão da Copa São Paulo em 1994, quando superou o São Paulo na decisão, o Guarani vai utilizar a base que chegou às quartas de final do Campeonato Paulista Sub-20 em 2021.

Escrito por:

Lucas Rossafa / Correio Popular