Publicado 07 de Setembro de 2021 - 18h26

Por Lucas Rossafa/ Correio Popular

Guarani precisou de menos de um minuto para criar a primeira chance e abrir o placar com Régis

Divulgação

Guarani precisou de menos de um minuto para criar a primeira chance e abrir o placar com Régis

Apesar de atuação pragmática e de pouco brilho, o Guarani fez o suficiente para vencer o CSA por 1 a 0, nesta terça-feira (7) à tarde, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O gol marcado do Bugre, provisoriamente na sexta colocação com 37 pontos, foi do meio-campista Régis, com menos de um minuto do segundo tempo.

O jogo

Sob intenso calor em Campinas, Guarani e CSA realizaram, nos 15 primeiros minutos, duelo de valorização de posse de bola e marcação alta para dificultar a troca de passes.

Com pouca criação e muita transpiração, o Bugre não teve nenhuma finalização ao alvo defendido por Thiago Rodrigues e nem criou jogadas de perigo no sistema ofensivo.

A baixa produtividade no setor foi explicada pela dificuldade de transição dos volantes Bruno Silva e Rodrigo Andrade e pouquíssima participação do armador Andrigo e do centroavante Lucão do Break.

Com contra-ataque à disposição, CSA foi dono das principais oportunidades no intervalo, sempre em arremates de fora da área e baixa poder de penetração na primeira linha bugrina.

Após o descanso, Guarani precisou de menos de um minuto para criar a primeira chance e abrir o placar com Régis, acionado na vaga de Andrigo.

Artilheiro do elenco na Série B, camisa 78 aproveitou jogada construída pela esquerda, recebeu pivô de Bruno Sávio e arrematou de canhota - a pelota beijou a trave antes de entrar.

Com vantagem no marcador, o Bugre abaixou as linhas e apostou nos contragolpes. As melhores chances, sempre em escapadas com velocidade, saíram dos pés de Bruno Sávio, Júlio César e Maxwell.

O CSA, em todo segundo tempo, tentou pressionar, porém não obteve êxito na luta pelo empate.

O que vem por aí?

Com mais dez dias livres de preparação, o Guarani volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro em 17 de setembro, sexta-feira, diante da Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, a partir das 21h30.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 1 x 0 CSA

Guarani: Rafael Martins; Mateus Ludke, Thales (Carlão), Ronaldo Alves e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Índio) e Andrigo (Régis); Bruno Sávio, Júlio César (Titi) e Lucão do Break (Maxwell).

Técnico: Daniel Paulista

CSA: Thiago Rodrigues; Yuri (Éverton Silva), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Silas (Nilson) e Gabriel; Marco Túlio (Aylon), Iury Castilho (Reinaldo) e Bruno Mota.

Técnico: Mozart

Gol: Régis (1’/2T)

Cartões amarelos: Mateus Ludke e Rafael Martins (GUA)

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)

Público e renda: portões fechados

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

 

Escrito por:

Lucas Rossafa/ Correio Popular