Publicado 20 de Agosto de 2021 - 7h41

Por Lucas Rossafa/ Correio Popular

Em luta constante por uma vaga no G4, o técnico Daniel Paulista tem como objetivo o famoso 'jogo a jogo'

Thomaz Marostegan/Guarani FC

Em luta constante por uma vaga no G4, o técnico Daniel Paulista tem como objetivo o famoso 'jogo a jogo'

Apesar do empate diante do Botafogo por 1 a 1, Daniel Paulista fez questão de enaltecer o desempenho do Guarani no primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com 30 pontos conquistados em 19 rodadas e aproveitamento de 52,6%, o treinador fez uma análise da trajetória do Bugre na primeira metade da competição nacional.

"O Guarani vira o turno com a melhor pontuação que já obteve desde a volta à segunda divisão. Então só por aí a gente vê o caminho cimentado. Nós estamos no caminho certo. É lógico que existem muitas projeções de pontuação quando se fala em acesso e em segundo turno. Isso vai variar de acordo com as rodadas em andamento. Esse número (para acesso) pode variar tanto para cima quanto para baixo", analisou o comandante.

"Eu acredito que, se o Guarani continuar dentro dessa porcentagem de aproveitamento e da maneira como está jogando, com certeza, vai se tornar lá na frente um dos figurantes a estar brigando por essas quatro vagas. É uma situação que vai ser desenhada pela sequência da competição e pelo desenrolar dos jogos. Nós temos que nos manter focados e determinados dentro das nossas condições e do nosso trabalho”, emendou.

Daniel despistou sobre objetivo do Guarani em alcançar 64 pontos, número mágico para subir à Série A, e saiu em apoio ao grupo de jogadores. "Eu acho que esse número imaginário é um trabalho não levantado por nós. O Guarani fez um primeiro turno consistente. Eu acho que a pontuação atingida poderia até ter sido melhor em determinados momentos pelos resultados que não conseguimos alcançar. Nós chegamos aqui a três ou quatro dias da estreia e fomos conhecendo o elenco durante o campeonato e a características dos atletas”, pontuou.

"Os atletas foram entendendo a maneira de jogar, e o Guarani foi construindo essa postura que chama a atenção de todos no primeiro turno com excelentes pontos positivos. É uma das equipes que mais criam dentro da competição. É o melhor ataque da competição", prosseguiu.

Objetivo

Satisfeito, Paulista evitou traçar metas a longo prazo para Guarani alcançar acesso na Série B do Campeonato Brasileiro.

Em luta constante por uma vaga no G4, o comandante tem como objetivo o famoso 'jogo a jogo' e fez questão de valorizar as dificuldades superadas pelo Bugre em 19 rodadas. "Eu acho que o final é o definitivo. É onde as coisas vão se resolver. Nós entramos no G4 e saímos. Entramos de novo e saímos em determinados momentos do primeiro turno. É lógico que vale pelo aspecto moral e pelo aspecto psicológico", analisou.

"Quanto melhor a colocação, é importante isso, mas nós temos que estar no bolo dessas equipes que vão brigar pelo acesso. Então a gente não pode perder o nosso foco e não pode perder a nossa concentração. Nós temos que continuar trabalhando, principalmente em cima dos nossos erros. É trabalhar principalmente também em cima das coisas positivas", continuou.

Daniel, por fim, quer variar o estilo de jogo do Guarani para tentar surpreender os próximos adversários no returno. "A gente tem que buscar, talvez, novas variações e buscar maneiras de jogar. É lógico que a gente variou isso, haja vista 19 escalações diferentes durante a competição. São alterações que nós mudamos a maneira de jogar durante a partida. Isso é extremamente positivo. Então vamos com tranquilidade e com muita concentração para que possamos fazer um segundo turno melhor”, concluiu.

Tabela

Com 30 pontos e na briga pelo G4, o Guarani abre participação no returno da Série B neste sábado, 21 de agosto, diante do Vitória, no Barradão, em Salvador, às 16h30.

Escrito por:

Lucas Rossafa/ Correio Popular