Publicado 18 de Agosto de 2021 - 10h48

Por Lucas Rossafa/Correio Popular

No sistema ofensivo, além de Bruno Sávio, Júlio César também reassume a titularidade contra o Botafogo

Thomaz Marostegan/Guarani FC

No sistema ofensivo, além de Bruno Sávio, Júlio César também reassume a titularidade contra o Botafogo

O Guarani quer encerrar de maneira positiva sua participação no primeiro turno na Série B do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira.

De volta ao Brinco de Ouro da Princesa, após rápidas passagens por Florianópolis e Goiânia, o Bugre volta a campo contra o Botafogo, a partir das 19h, desta quarta-feira, em duelo válido pela 19ª rodada, com meta de recuperar vaga no tão sonhado G4.

Com três sessões de treinamento em Campinas, Daniel Paulista deu indicativos de promover mudanças por atacado na escalação alviverde.

A primeira troca estudada e já testada está no gol. Depois de erros sucessivos de Gabriel Mesquita, especialmente nos reveses contra Vila Nova e Goiás, Rafael Martins foi trabalhado embaixo das traves e pode receber nova oportunidade.

O camisa 1 não entra em campo desde 1º de junho, quando acabou expulso na goleada do Alviverde em cima do Operário por 5 a 2, em Curitiba. Posteriormente, passou por cirurgia no osso zigomático da face e foi entregue ao Departamento Médico.

Com Thales expulso na derrota diante do Goiás, Ronaldo Alves será o escolhido para formar dupla com Carlão.

Um fato concreto é o retorno do lateral-direito Diogo Mateus, do lateral-esquerdo Bidu e do atacante Bruno Sávio, fora na última rodada pelo acúmulo de três cartões amarelos, no time inicial.

Sem Rodrigo Andrade, em início de transição física por lesão muscular de grau 1 na coxa direita e Índio suspenso, Tony foi trabalhado ao lado de Bruno Silva e Andrigo.

No sistema ofensivo, além de Bruno Sávio pela direita, Júlio César reassume titularidade no lado esquerdo, enquanto Lucão do Break vai receber nova chance desde o início.

Allan Victor e Maxwell, apagados no duelo em Goiânia, devem ficar entre os suplentes como alternativas para o segundo tempo.

Destaque individual do Guarani na Série B, Régis ainda está entregue ao Departamento Médico por lesão de grau 2 na panturrilha e não tem prazo definido para retorno aos gramados - é possível que o camisa 78 esteja com condições de jogo só no começo de setembro para enfrentar o Náutico.

Transição

Rodrigo Andrade e Lucas Cardoso abriram transição física no gramado. Ainda sem contato com bola, a dupla será avaliada diariamente para, em breve, ficar à disposição da comissão.

Fora de combate desde o início de julho, o volante sofreu lesão de grau 1 no músculo bíceps femoral da coxa direita e ficou duas semanas no Departamento Médico. Certo mesmo é que o profissional fica ausente dos gramados nos duelos com Botafogo e Vitória.

Além de não reunir condições mínimas para desafiar o Glorioso, o camisa 32 não pôde viajar a Salvador, palco do embate com o Leão, uma vez que ele tem os direitos econômicos ligados ao time baiano. Para jogar seria necessário pagar multa de R$ 500 mil.

Meta

O Guarani depende de vitória contra o Botafogo para alcançar metade da meta na busca pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Com 29 pontos, o Bugre quer chegar a 32, número considerado como fundamental para virar o turno.

Se conseguir despachar o Glorioso, o Alviverde chegará a 50% dos 64 tentos buscados inicialmente.

 

FICHA TÉCNICA:

GUARANI X BOTAFOGO

GUARANI:

Rafael Martins; Diogo Mateus, Ronaldo Alves, Carlão e Bidu; Bruno Silva, Tony e Andrigo, Bruno Sávio, Júlio César e Lucão do Break. Técnico: Daniel Paulista

BOTAFOGO:

Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Hugo; Luís Oyama, Pedro Castro e Chay; Marco Antônio, Diego Gonçalves e Rafael Navarro. Técnico: Enderson Moreira

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

Escrito por:

Lucas Rossafa/Correio Popular