Publicado 08 de Agosto de 2021 - 14h09

Por Odair Alonso/Correio Popular

De família bugrina, Pedro Acorsi tem identificação com o clube que o revelou para o futebol.

Thomas Marostegan/Guarani FC

De família bugrina, Pedro Acorsi tem identificação com o clube que o revelou para o futebol.

O Guarani se reabilitou nesta sexta-feira, batendo o Brasil de Pelotas no Brinco de Ouro por dois tentos a zero pela décima quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado trouxe a tranquilidade desejada pelo treinador Daniel Paulista. Durante toda a semana ele forçou os treinos táticos e técnicos, buscando o equilíbrio entre ataque e defesa.

Apesar de dois importantes desfalques (Rodrigo Andrade e Régis) e de não fazer uma grande exibição, a vitória aproxima o bugre do G4 novamente. O alviverde voltou aos trabalhos na manhã deste sábado e retorna para intensificar os treinamentos neste domingo visando a preparação para o próximo compromisso, contra o Avaí, na terça-feira, às 19h no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Sem problemas com cartão vermelho, o treinador bugrino espera apenas a definição do departamento médico. São dois titulares com problemas físicos que têm pouco tempo de recuperação: Rodrigo Andrade com lesão de grau 1 no bíceps femoral direito e Régis com lesão de grau 2 no músculo da panturrilha esquerda. O saldo positivo foi a estréia do avante Maxwell e o retorno do volante Eduardo Person, depois de 9 meses de inatividade. Júnior Todinho ainda levará mais tempo para ser relacionado, pois se condiciona fisicamente.

Pedro Acorsi

Em entrevista concedida nesta semana, o superintendente de futebol do Guarani, Michel Alves, fez questão de pontuar o trabalho realizado pelas categorias de base do alviverde. Para ele, esse é um projeto vencedor que será ampliado com o início do Campeonato Paulista sub-20 e da Copa São Paulo de Juniores que retorna em janeiro de 2022.

Mais que isso, ele ressaltou que muitos garotos já foram promovidos a equipe principal e citou os nomes dos zagueiros centrais Bruno Bianconi e Títí que recentemente fez sua estréia como titular, dos laterais esquerdos Bidú e Eliel, do meia Caio Henrique e dos atacantes Renanzinho, Matheus Souza, Alan Leite e Wermeson.

Outro citado foi um garoto que saiu da base, esteve emprestado para ganhar experiência e retornou, sendo já utilizado pelo técnico Daniel Paulista no Campeonato Brasileiro da Série B: o volante Pedro Acorsi. O atleta tem recebido toda a atenção da comissão técnica, treinando e se concentrando com a equipe principal, viajando com o grupo, ficando no banco e, aos poucos, sendo lançado como uma das grandes esperanças do clube.

Bugrino

Nascido em Campinas, Pedro Acorsi tem uma relação íntima com o Guarani desde a infância. De família bugrina, freqüentou as arquibancadas do Brinco de Ouro quando criança e a carreira de futebol não poderia trilhar outro caminho.

Na passagem pelo sub-20, o ponto mais alto, sem dúvida, foi a disputa da Copa São Paulo de 2019, quando o Guarani teve grande desempenho e alcançou as semifinais. Acorsi era titular absoluto daquele time e ficou marcado pelos torcedores e atletas que atuaram na época.

Escrito por:

Odair Alonso/Correio Popular