Publicado 11 de Junho de 2021 - 11h30

Por Lucas Rossafa/Correio Popular

Kleina: técnico não espera facilidade para a Ponte Preta no duelo contra o Sampaio Corrêa

Álvaro Jr./PontePress

Kleina: técnico não espera facilidade para a Ponte Preta no duelo contra o Sampaio Corrêa

Em busca da primeira vitória, a Ponte Preta volta a campo na Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira à noite, diante do Sampaio Corrêa, no Estádio Castelão, a partir das 19h. No início da Era Gilson Kleina, a equipe, com um ponto somado nas duas primeiras rodadas, embarcou ao Maranhão na quarta-feira à tarde com três novidades na lista de relacionados para o jogo: o lateral-direito Kevin, o meio-campista Fessin e o atacante Richard.

Emprestado pelo Tombense, Kevin teve documentação regularizada no Boletim Informativo Diário (BID) e fica à disposição no banco de reservas, assim como Fessin, cedido pelo Corinthians. Richard, por sua vez, passou por processo de recondicionamento físico nos últimos 15 dias e, depois de treinar normalmente junto ao elenco, foi convocado por Kleina.

Caso nenhum imprevisto de última hora aconteça, time campineiro vai repetir a escalação em relação ao empate diante do Vasco da Gama, no último domingo.

Osso duro

Gilson, aliás, não espera facilidade para Ponte Preta no duelo contra o Sampaio Corrêa. "Eu tenho algumas situações importantes a salientar desse jogo. Primeiro, é o Castelão. É uma grama pesadíssima. É uma grama que você tem o desgaste durante o jogo. A dimensão daquele gramado ainda parece que é maior.

O Sampaio (Corrêa) está acostumado a jogar nessa situação. Eles imprimem um ritmo muito forte nos dois tempos. Eu acho que a gente tem que ser uma equipe inteligente. Isso não quer dizer que não vai ser uma equipe agressiva e que vai ter intensidade", analisou.

"É entender de que forma a gente pode utilizar os nossos jogadores lá dentro. Sampaio é uma coisa que já estreou jogadores que foram contratados no último jogo contra o CSA. Sampaio, há alguns anos, vem fazendo boas e grandes campanhas na Série B. No ano passado, chegou até a pleitear um G4. Então nós temos todo esse cuidado. O mais importante de tudo isso é ter o cuidado com o Sampaio Corrêa. É a forma que a gente tem que ter a postura no jogo que nós vamos enfrentar", disse.

Auto-estima

Após apresentar evolução no empate com o Vasco, treinador quer manter a confiança alta na Ponte Preta para sequência da temporada. "Nós temos que levar essa confiança da atuação que nós tivemos com o Vasco. É entender que nós sabemos que lá jogadores do Sampaio que têm velocidade pelo lado, principalmente com o Guilherme e com o Jajá. Tem um atleta que chama Daniel Costa. Eu tive a oportunidade e o privilégio de trabalhar. Ele tem uma bola parada muito qualificada. A gente sabe que a saída deles lá é sempre uma saída com muita velocidade pelos lados com os laterais. A gente vai tentar neutralizar", projetou.

"É entender como é que vai estar a temperatura e a umidade do ar, que isso conta muito. Que a gente possa superar. Que a gente tenha a confiança para fazer um grande jogo", finalizou.

Escrito por:

Lucas Rossafa/Correio Popular