Publicado 06 de Junho de 2021 - 12h32

Por Thais H Bento/Correio Popular

Ponte Preta estreou com derrota de 2 a 1 diante do Brusque e busca neste domingo os primeiros pontos

Diego Almeida/PontePress

Ponte Preta estreou com derrota de 2 a 1 diante do Brusque e busca neste domingo os primeiros pontos

A Ponte Preta enfrenta o Vasco neste domingo (6) às 16h, no estádio Moisés Lucarelli, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O clube campineiro estreou com derrota de 2 a 1 diante do Brusque-SC e busca os primeiros pontos da competição. Além de ser um jogo diante de uma grande equipe, apesar do cruzmaltino não viver um bom momento, esta será a reestreia do técnico Gilson Kleina. A quinta passagem pela Ponte Preta.

Kleina trabalhou o elenco desde a última terça-feira, quando se apresentou, e deve promover diversas mudanças, inclusive no sistema de jogo. No gol, Ygor Vinhas continua como titular e Ivan ainda não retorna. Já na defesa, a alteração pretendida não poderá ser feita.

O zagueiro Rayan, que atuaria na vaga de Ruan Renato, está com dores na coxa esquerda e por isso será poupado. A dúvida nesse setor é na lateral esquerda: a continuidade de Jean Carlos ou a entrada do reforço Rafael Santos.

No meio campo, o treinador pode optar pelo mesmo sistema ou atuar com três volantes. Léo Naldi pode ficar com a vaga de Vinícius Locatelli e Renatinho compor o setor com Dawhan. No ataque também haverá alterações, em busca dos melhores resultados. Paulo Sérgio deve fazer parte do banco de reservas e Niltinho será o titular.

Reforços

Com relação aos cinco reforços contratados para a Série B do Campeonato Brasileiro, apenas dois estão disponíveis para o jogo contra o Vasco. O lateral esquerdo Rafael Santos pode começar como titular e o atacante Josiel deve compor o banco de reservas com a equipe.

Já o lateral direito Kevin e o volante Lucas Cândido não estão com a documentação regularizada e por isso não podem jogar diante do Vasco. No caso do atacante Richard a questão é a condição física. O atleta teve o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), mas não está preparado.

O lateral Felipe Albuquerque falou em entrevista coletiva sobre o adversário deste domingo: "Enfrentar o Vasco, uma equipe campeã brasileira, do alto escalão do Brasil, acredito eu que é um jogo, como a gente vem de uma derrota, agora conseguir um bom resultado, dar uma alavancada no nosso início do campeonato, dar moral ao grupo inteiro e eu, como todos os jogadores, gosto de jogar um jogo dessa magnitude e vamos tentar garantir a vitória em casa."

Adversário

O Vasco venceu o Boavista por 1 a 0 pela Copa do Brasil na última terça-feira e estreou no sábado passado, dia 29 de maio, na Série B, mas perdeu em casa para o Operário por 2 a 0. Por esse motivo, o time carioca também precisa da vitória neste domingo e será uma disputa acirrada pelos três pontos.

O técnico Marcelo Cabo pode utilizar a mesma escalação que atuou diante do Boavista. O zagueiro Leandro Castán e o meia Marquinhos Gabriel foram observados durante a semana e estão a disposição.

Pelo lado há uma dúvida. O lateral esquerdo Zeca sentiu dores musculares diante do Boavista e não é presença confirmada.

Retrospecto

Em relação aos números do retrospecto de confrontos entre Ponte Preta e Vasco, o clube carioca leva a melhor. A macaca perdeu 14 vezes, venceu 10 e foram 19 empates. Sobre as bolas na rede, a Ponte anotou 53 gols e o Vasco marcou 59.

Escrito por:

Thais H Bento/Correio Popular