Publicado 04 de Junho de 2021 - 12h28

Por Thais H Bento/Correio Popular

Gilson Kleina está na sua quinta passagem pela Ponte Preta: treinador já comandou o time em 187 jogos

Diego Almeida/Ponte Press

Gilson Kleina está na sua quinta passagem pela Ponte Preta: treinador já comandou o time em 187 jogos

A Ponte Preta segue com a sua preparação para o próximo compromisso da Série B do Campeonato Brasileiro. Pela segunda rodada da competição, a macaca enfrenta o Vasco às 16h, no domingo (6), no estádio Moisés Lucarelli.

Elenco, técnico Gilson Kleina e comissão técnica estão focadas em mais esses dois dias de reorganização. Essa partida será a reestreia de Kleina, desta vez pela quinta passagem pelo clube campineiro. O treinador foi anunciado na última sexta-feira (28) e iniciou os trabalhos na terça-feira (1).

Dos cinco reforços já anunciados, todos estão em Campinas, mas dois precisam de um período maior de recuperação física: o volante Lucas Cândido e o atacante Richard. Para atuar contra o Vasco, os atletas precisam estar inscritos no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Até o momento o lateral esquerdo Rafael Santos e os atacantes Richard e Josiel estão disponíveis. Restam o lateral direito Kevin e também o volante Lucas Cândido.

Kleina realizou um jogo-treino durante a semana com os jogadores menos utilizados ou que não atuaram contra o Brusque e também trabalhou muitos aspectos táticos e de bola parada com o time. O treinador disse, em entrevista coletiva, que é preciso ajustar algumas questões. Além desses reforços, o clube promete mais ao torcedor.

"Muitos jogadores estavam sendo monitorados. O Alarcon (diretor de futebol) é muito atuante, está em cima do mercado. Ao mesmo tempo, precisamos respeitar a parte financeira do clube. Já conversamos sobre algumas situações. Se vai ter contratação ou não, o importante é todos saberem que são importantes no grupo. Tivemos uma conversa olho no olho com os jogadores para passar o espírito que vamos tentar implementar daqui para a frente. Se as contratações acontecerem, são jogadores de qualidade, que vão ajudar muito a Ponte junto com o atual grupo", disse.

Kleina é um profissional de bastante experiência e que já defendeu a Macaca em 187 jogos durante as quatro passagens por Campinas. Nesta quinta oportunidade, o técnico promete um bom trabalho, mas que não será de um momento para o outro.

"Meu ciclo de treinador vai para 17 anos na carreira. O clube que mais treinei foi a Ponte Preta, com 187 jogos. Foi aqui que tivemos grandes desempenhos, como o acesso em 2011, o Brasileiro de 2012, na final do Paulista de 2017, a arrancada épica que tivemos na reta final da Série B de 2018, e a última passagem que foi mediana. Não quero isentar minha parcela de culpa. O passado não vai vir no presente, mas que possa construir no novo ciclo uma história de conquistas. Entender que vamos ter de passar por um processo", explicou.

A Série B 2021 será uma das edições mais difíceis e a Ponte Preta precisará lutar para buscar seu objetivo, que é o acesso à Série A do Brasileirão. Kleina comentou sobre a disputa do campeonato: "Não podemos cravar hoje qual a camisa que vai subir. Se não tiver uma gestão, um planejamento, isso já gera adversidade. Série B tem particularidade. Do primeiro ao quarto, todos vão conquistar algo. Claro que ser campeão coroa a campanha. Vamos pensar um jogo de cada vez. Sabemos os objetivos do Vasco, mas os nossos precisam ser mais fortes. Que o ajuste aconteça o mais rápido possível para a gente encontrar uma regularidade."

Adversário

O Vasco venceu o Boavista por 1 a 0, fora de casa, pelo primeiro jogo da terceira fase da Copa do Brasil. A partida de volta diante do Boavista será na próxima semana, dia 9. Para domingo, o Cruzmaltino pode ter três novidades: os retornos de Leandro Castan e Marquinhos, recuperados de lesões musculares na coxa, e a estreia de Michel no meio campo.

Sequência

Os próximos cinco jogos da Ponte Preta não serão fáceis de vencer e será complicado garantir uma boa sequência, mas não impossível. A Macaca enfrentará Vasco (em casa), Sampaio Corrêa (fora), Cruzeiro (em casa), Guarani (fora) e Operário (em casa).

Escrito por:

Thais H Bento/Correio Popular