Publicado 30 de Maio de 2021 - 10h20

Por Thaís H. Bento/Correio Popular

Ednei vai compor a zaga ao lado de Ruan Renato para suprir a vaga deixada por Luizão, que não renovou

Diego Almeida/Ponte Press

Ednei vai compor a zaga ao lado de Ruan Renato para suprir a vaga deixada por Luizão, que não renovou

A Ponte Preta estreia contra o Brusque neste domingo, às 11h, no estádio Augusto Bauer em Santa Catarina, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2021. Uma novidade é a presença do novo treinador, Gilson Kleina, que vai assistir a partida. O comando do jogo segue com o auxiliar Sandro Forner. A escalação do time terá duas mudanças com relação à equipe que atuou no Paulistão e no Troféu do Interior.

Com as saídas do lateral Apodi e do zagueiro Luizão, o sistema defensivo será montado de outra forma. Ednei vai compor a zaga ao lado de Ruan Renato. O detalhe é que Ednei não atua desde fevereiro devido a um problema no tornozelo, mas o técnico interino Sandro Forner afirmou que apesar de sentir a falta de ritmo, ele é um jogador experiente. Já na lateral direita Felipe Albuquerque fica na vaga de Apodi e Jean Carlos vai atuar pelo lado esquerdo.

As outras posições não terão mudanças, se comparado ao time usado no Troféu do Interior e Campeonato Paulista. Uma possibilidade até poderia ser o retorno do goleiro Ivan, que não joga desde o final do ano passado devido a uma cirurgia na mão, mas o jogador segue em treinamento em busca de ritmo de jogo e mais entrosamento com a equipe.

Em entrevista online antes da viagem a Santa Catarina, Forner comentou sobre a situação de Ednei: "Realmente ele tem esse tempo de inatividade, vai sentir um pouco da falta de ritmo, mas o Ednei é um jogador com uma experiência muito boa, acredito que ele possa compensar isso. Em relação ao entrosamento, tentamos nessa semana fazer os treinamentos, para que essa parte seja minimizada, e essas mudanças não sejam prejudiciais para nós, e que possamos fazer um bom jogo."

"Acredito que os jogadores que estão na Ponte, se estão aqui, têm condições de jogar o campeonato que a Ponte disputa, que é a Série B, um campeonato difícil", contou.

 

Adversário

O Brusque é o time mais novo da Série B, foi criado em 12 de outubro de 1987, e tem o técnico mais longevo (considerando Séries A e B). Jerson Testoni está no time desde outubro de 2019.

Para esse jogo o Brusque tem o retorno do atacante Edu, após dez meses parado por conta de uma lesão no joelho direito. No meio-campo, Alex Ruan deve ficar com a vaga de Maurício Garcez, que se envolveu em polêmica sobre uma possível transferência.

"Não é só na primeira rodada que temos que fazer um bom jogo. Claro que é muito importante estrear bem pelo resultado positivo, a gente sempre trabalha para tentar ganhar os jogos e desempenhar bem o jogo. Às vezes não conseguimos. Mas o objetivo é não só nesta partida, mas em todas, para somarmos pontos o bastante e conseguirmos a permanência na Série B", disse Testoni.

"Todos os jogos são difíceis, o Brusque vem fazendo boas campanhas, fez boa campanha no Campeonato Catarinense, é um time muito competitivo, é um campo difícil... sabemos de tudo isso. Sabemos também que temos que competir para jogar o jogo lá, enfim. Essas questões das estreias com derrota, a gente vai procurar mudar isso. Esse é um campeonato que cada jogo é uma decisão, um campeonato muito difícil em que todos os pontos são importantes", afirmou Sandro Forner.

Escrito por:

Thaís H. Bento/Correio Popular