Publicado 23 de Maio de 2021 - 14h51

Por Lucas Rossafa/Correio Popular

Planejamento garante investimento de aproximadamente R$ 1,4 milhão por mês no elenco profissional

Thomaz Marostegan/Correio Popular

Planejamento garante investimento de aproximadamente R$ 1,4 milhão por mês no elenco profissional

Ricardo Moisés, presidente do Conselho de Administração, 'acalmou' a torcida do Guarani ao assegurar que o planejamento para disputa da Série B do Campeonato Brasileiro já está feito.

Após eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista, o Bugre, depois de demitir o técnico Allan Aal, foca em contratações pontuais em praticamente todos os setores - o zagueiro Carlão, ex-Mirassol, foi o primeiro nome oficializado por enquanto.

"O Guarani vai se reforçar, sim, para Série B. Nós identificamos, durante o Paulista, algumas posições que a gente precisa evoluir. Já temos o planejamento feito. O Guarani está agindo no mercado, independentemente da contratação do novo treinador, podendo, sim, após contratação desse treinador, contratar novas peças. O Conselho de Administração está aberto para essa conversa com o futuro técnico", afirmou o mandatário em coletiva de imprensa.

O dirigente também reconheceu 'dificuldade extra' para o Guarani lograr êxito nesta edição da Série B, recheada de campeões brasileiras, na tentativa de buscar o acesso à primeira divisão.

"Guarani entra, sim, bem estruturado e com um time muito competitivo para a gente brigar por um algo mais. Essa é a grande promessa do Conselho de Administração. Sabemos, sim, das dificuldades que vai ser essa Série B. São inúmeros campeões brasileiros. Temos também campeões da Libertadores. Vai ser a Série B mais competitiva que já existiu", projetou Moisés.

"O Guarani tem uma base sólida. Temos atletas com alto potencial. Temos times para isso. Iremos fazer os reforços necessários, sempre dentro da nossa realidade financeira, sem fazer nenhuma loucura e com os pés no chão. Temos tudo, sim, para apresentar um excelente campeonato, brigando sempre pelo acesso", emendou.

Grana

Com eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista, Conselho de Administração estima aumento em torno de 50% na folha salarial do Guarani para Série B do Campeonato Brasileiro, cujo principal objetivo é o acesso após 12 anos.

Segundo planejamento enviado ao Conselho Deliberativo no final do ano passado, diretoria deve investir cerca de R$ 1,4 milhão por mês (contra R$ 930 mil no Estadual) no elenco profissional.

O montante é dividido em R$ 1,18 milhão aos atletas, além de R$ 220 mil para comissão técnica e Departamento de Futebol.

Para pôr em prática tal projeto, Alviverde conta, principalmente, com R$ 7,5 milhões de cota da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por disputar a Série B do Campeonato Brasileiro.

Valor, contudo, sofre desconto de 10% (R$ 750 mil) para pagamento de impostos e obrigações.

O clube campineiro ainda tem estimativa de faturar R$ 4,4 milhões em 'outras receitas', o que pode incluir negociação de jogadores, patrocinadores, inclusive pontuais, entre outros.

Em sete meses de competição – junho a dezembro – previsão é de aportar R$ 9,8 milhões em salários.

Um detalhe importante é que, do montante de R$ 6,75 milhões, já com 10% descontados da cota de R$ 7,5 milhões (bruto), Guarani ainda é obrigado a abrir mão de 20% - o que equivale a R$ 1,35 milhão - para abater dívidas trabalhistas no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

"A gente fez sim, no planejamento do Guarani, um orçamento mais baixo para o Campeonato Paulista e um incremento para o Campeonato Brasileiro. Isso já estava previsto. Nós já estamos buscando novas receitas para que a gente possa efetivar esse aumento da folha salarial na Série B", pontuou o presidente.

"Buscamos aí dois novos patrocinadores e já anunciados. Temos também a possibilidade de comercialização de alguns atletas. A partir dessas receitas, sim, vai ser um investimento que a gente vai fazer na Série B", acrescentou.

Depois de semana cheia de trabalho, ainda sem escalação esboçada pelo auxiliar Ben-Hur Moreira Paes, Guarani estreia na Série B do Campeonato Brasileiro na próxima sexta-feira, 28 de maio, diante do Vitória, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 19h.

Escrito por:

Lucas Rossafa/Correio Popular