Publicado 20 de Maio de 2021 - 15h01

Por Thaís H. Bento/Correio Popular

Fábio Moreno vai repetir a escalação do time titular que atuou contra o RB Bragantino, no último domingo

Diego Almeida/PontePress

Fábio Moreno vai repetir a escalação do time titular que atuou contra o RB Bragantino, no último domingo

Ponte Preta e Novorizontino se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h15, pela final do Troféu do Interior. A partida vai ser realizada no estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte. O campeão garante R$ 252 mil e uma vaga direta para a Copa do Brasil, prêmio de relevância para as equipes interioranas. O segundo colocado soma aos cofres R$ 70 mil.

A equipe campineira está concentrada e isolada na cidade desde a tarde de quarta-feira, após finalizar a preparação no período da manhã. O técnico Fábio Moreno vai repetir a escalação do time titular que venceu o RB Bragantino, pela semifinal, no último domingo.

"Eu não sou muito adepto de sigilo e de mistério. Eu não entendo o futebol dessa forma, até porque, com certeza, o pessoal de Novo Horizonte já estudou a nossa equipe. O Léo Condé, com certeza, já assistiu nossas partidas. A gente deve manter a escalação. É óbvio que a gente vai fazendo as correções que a gente acha necessário e os ajustes. A gente vai recuperando os atletas e vendo quem está em melhor condição. O Niltinho ainda está se recuperando", disse o treinador em entrevista coletiva.

Desfalques

Para esse jogo, as baixas da equipe também seguem as mesmas. O atacante Niltinho, diagnosticado com um edema na coxa no final de semana, não estará a disposição. O substituto será Renatinho. O segundo desfalque vai ser o zagueiro Rayan. Ele está em tratamento de uma lesão muscular na coxa esquerda e pode ficar até mais três semanas no departamento médico. Quem fica na vaga é Luizão.

"É um jogador que estava na Europa. Isso acarreta poucos jogos em uma sequência. Aqui a realidade é totalmente outra. Ele é um jogador muito rápido e de explosão e físico. Normalmente, esse tipo de atleta sofre um pouquinho mais para se adaptar quando tem jogos seguidos assim. Então todo cuidado com ele é necessário para que a gente ganhe ele ao longo da temporada, que a Série B está batendo na porta. O principal objetivo da Ponte Preta é o acesso", comentou sobre Niltinho.

O jogo

Para Fábio Moreno não há favoritismo no futebol e a Ponte Preta vai enfrentar a equipe para vencer no tempo normal, assim como buscar o resultado contra o Botafogo e RB Bragantino: "A dificuldade de jogar lá é histórica, são 33 anos que a Ponte Preta não vence lá, é muito difícil. Jogamos fora de casa numa decisão, o adversário venceu de goleada a última partida, só que futebol não tem muito prognóstico. A gente trabalha com muita humildade, seriedade para ir quebrando essas barreiras pouco a pouco para que a gente se fortaleça de dentro para fora.

"O Novorizontino é um grande adversário. Já foi uma partida muito dura, em Novo Horizonte, na primeira rodada. É um projeto que sempre dá resultado no Campeonato Paulista. É um time com estrutura, um time com treinador muito capacitado, um time organizado e um time de força física. Os jogadores são muito perigosos, jogadores agudos e rápidos, que incomodam bastante. A gente está atento. Revimos a nossa partida e as últimas do Novorizontino, para que a gente se ajuste da melhor maneira e se prepare para essa partida, que vai ser muito importante para todos nós e muito dura, com certeza", completou.

Adversário

O Novorizontino vem de uma vitória de goleada por 4 a 0 diante do Ituano, em Novo Horizonte, pela semifinal do Troféu do Interior. O time foi o melhor interiorano dentre as equipes eliminadas na primeira fase e por isso se classificou direto para a semifinal.

Para a decisão, a equipe de Léo Condé não possui nenhum desfalque e também deve repetir o time titular usado na semifinal do campeonato.

Escrito por:

Thaís H. Bento/Correio Popular