despedida

Campinas lamenta a perda do pintor Dimas Garcia

Artista plástico e incentivador da cultura morreu na quinta-feira aos 85 anos e deixa em luto a comunidade artística da cidade

Aline Guevara/ [email protected]
09/02/2024 às 09:13.
Atualizado em 09/02/2024 às 09:44
Pintor Dimas Garcia participou de centenas de exposições em todo o Brasil, realizou trabalhos voluntários e administrou espaços de artes (Divulgação)

Pintor Dimas Garcia participou de centenas de exposições em todo o Brasil, realizou trabalhos voluntários e administrou espaços de artes (Divulgação)

Faleceu na quinta-feira (8) em Campinas, aos 85 anos, o pintor e gravador Dimas Garcia. Depois de ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) na semana passada, que o deixou bastante debilitado, o artista não resistiu. O velório e sepultamento acontecem nesta sexta-feira (9), das 8h às 13h, no Cemitério Parque das Acácias.

Artista autodidata nascido em 1938 na cidade de Promissão, São Paulo, estabeleceu-se definitivamente em Campinas nos anos 1970, integrando o movimento artístico plástico da cidade. Ao longo das décadas, ele participou de centenas de exposições em todo o Brasil, realizou trabalhos voluntários de ensino de artes na periferia, administrou e assessorou espaços de artes e artistas independentes. Com um forte traço autoral, suas pinturas foram marcadas por paisagens e casas dispostas na tela horizontalmente, com utilização de tons pastéis e técnica que lembra a aquarela.

O artista plástico campineiro Márcio Rodrigues lamenta a partida do amigo: “É uma perda lamentável para a arte e cultura de Campinas. Ele dedicou sua vida à arte. Foi incentivador, incansável batalhador, promotor de inúmeros eventos culturais e artísticos. Fica a honra de ter sido meu grande amigo e a saudade de nossas reuniões semanais (turma da sexta-feira) onde, acompanhados por uma cerveja, falávamos de arte, fazíamos projetos, organizávamos exposições, juntamente com Thomaz Perina e Vanderlei Zalochi. Feliz sou eu por ter tido a oportunidade, em diversas vezes, de expormos nossos trabalhos em conjunto.” 

Outro amigo de longa data, o pintor Vanderlei Zalochi, também lastima a partida. “Ele sempre se colocava como um indivíduo protetor das artes. Lançou muita gente em Campinas, reunia artistas. E era um excelente artista. Infelizmente, estamos aqui de passagem.” Vanderlei reforça que Dimas também tinha um papel importante na preservação da memória de grandes artistas da cidade que já faleceram e que hoje são pouco lembrados.

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Campinas também lamentou a morte deste, que é um expoente da cultura e das artes regionalmente e nacionalmente, reforçando que a arte campineira está em luto. “Sempre ficamos muito tristes quando vemos figuras tão relevantes, que construíram a história da cultura da cidade e que foram importantes para dar o destaque cultural ao município”, informa a secretária de Cultura Alexandra Caprioli.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Correio Popular© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por