Publicado 23 de Novembro de 2021 - 10h16

Por Da Redação do Correio Popular

Atividade socioeducativa virou exposição fotográfica

Divulgação

Atividade socioeducativa virou exposição fotográfica

O Museu da Imagem e do Som de Campinas (MIS) retoma a agenda de eventos presenciais com a exposição fotográfica Viva a Terceira Idade Ativa. Como o título anuncia, não espere encontrar idosos acanhados tomando sol na praça ou senhoras pacatas tecendo cachecóis de tricô na cadeira de balanço.

Os personagens dessa mostra esbanjam energia e até um certo ar de rebeldia, onde não faltam atitude, humor e ironia. Os “modelos” são homens e mulheres atendidos pelo Progen (Projeto Gente Nova), da Vila Bela. O público tem até o dia 30 de novembro para visitar. A entrada é gratuita.

A produção da série foi inspirada no Dia Mundial do Idoso, comemorado em 1º de outubro, e contou com 17 participantes que foram convidados a representar todos os usuários do programa da terceira idade do Progen, lembrando que o serviço atende pessoas de todas as faixas etárias. A idéia é realizar uma série de ensaios fotográficos que possam representar a importância adotar atividades saudáveis nesse momento da vida.

De acordo com a coordenadora técnica do Progen - Vila Bela, Marcela Egídio, a ação que havia sido planejada como uma atividade socioeducativa, ganhou proporção devido à riqueza do material fotográfico obtido. Assim nasceu a exposição Viva Terceira Idade Ativa.

Marcela conta que a ideia do projeto surgiu através dos atendimentos e acompanhamentos com os participantes do serviço, a partir dos quais a equipe identificou a necessidade de realizar ações e atividades para fortalecer o público idoso em relação às questões do envelhecimento. Segundo ela, o convite foi feito aos participantes que responderam de forma positiva à proposta, além de garantir todo apoio das famílias que contribuíram com o processo, propiciando um fortalecimento dos vínculos e a convivência social.

A exposição marca a retomada das atividades do museu, que ficou fechado para o público durante os períodos críticos da pandemia. Mesmo fechado ao público, o espaço seguiu com os trabalhos internos de pesquisa e atendimento remoto aos pesquisadores e à população, conta Alexandre Sonego, coordenador MIS Campinas. Ele ainda afirma que a retomada de eventos, como esta exposição, era muito aguardada pela equipe do MIS.

“Era nosso desejo que tivéssemos novamente as mostras temporárias que dinamizam o fluxo de visitantes, além de promover discussões e reflexões no espaço do museu. Estamos muito felizes por voltar a recebê-las”, comenta. Essa é a primeira e a última exposição deste ano no museu. A próxima será de média duração e abordará uma reflexão da história da tecnologia, no campo da computação e informática.

“Além disso, iremos realizar um chamamento público para as novas exposições, em 2022”, conclui Alexandre.

Projeto Gente Nova - Progen

O Progen – Projeto Gente Nova é uma Organização da Sociedade Civil que atua na região nordeste de Campinas há 37 anos, em parceria com a Secretaria Municipal da Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos. Ele executa serviços de convivência e fortalecimento de vínculos por meio da política de assistência social. São quatro unidades em Campinas: Vila Bela, Jardim Satélite Ísis 1, Jardim Garcia e Jardim Bassoli.

“O Projeto tem por objetivos desenvolver ações com as crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e o grupo familiar de forma articulada, integrada e continuada, que contribuam na prevenção de situações de risco social e violação de direitos. Assim, propicia o desenvolvimento integral e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, garantindo espaços de convivência, formação para participação e cidadania”, explica Marcela.

Viva a Terceira Idade Ativa - Museu da Imagem e do Som

Rua Regente Feijó, 859, Centro.

De terça a sexta, das 10h às 17h; aos sábados, das 9h às 13h.

Entrada gratuita.

Escrito por:

Da Redação do Correio Popular