Publicado 14 de Novembro de 2021 - 10h17

Por Luiz Roberto Saviani Rey/ Diretor editorial do Correio Popular

Greve de caminhoneiros provoca fila para abastecimento de combustível em posto de gasolina no Rio de Janeiro.

Tomaz Silva/Agência Brasil

Greve de caminhoneiros provoca fila para abastecimento de combustível em posto de gasolina no Rio de Janeiro.

ENCHENDO O TANQUE

Depois da CPI da Vacina, o novo escândalo em Brasília é por conta dos combustíveis. Não em razão das constantes altas determinadas pela Petrobras, mas por astronômicos gastos de senadores com a frota oficial. Encher o tanque a qualquer propósito virou rotina. Pudera, cada ocupante de cadeira ganha cota mensal de R$ 21 mil a R$ 44,2 mil, dependendo do estado de origem. Dado interessante está na forma de prestação de contas: basta chegar no guichê e apresentar a nota fiscal para obter o reembolso.

ENCHENDO O TANQUE 2

Levantamento dos gastos com combustíveis pelo Senado leva a números crescentes e assustadores: em 2019, o gasto total dos senadores foi em torno de R$ 1,5 milhão. No ano seguinte, marcado pelas restrições da pandemia, a cota geral no Senado bateu em R$ 1,2 milhão. Este ano, só entre janeiro e setembro, a conta da gasosa atingiu a estonteante cifra de R$ 803 mil reiais. O atual ministro Ciro Nogueira, que saiu do Senado, é o recordista, diz o Portal Congresso em Foco.

FRASE

"Trabalhamos rumo à promoção do bem comum e para o apoio e promoção de direitos da comunidade negra e parda.”

Vandecleya Moro, secretária de Assistência Social de Campinas

BICO RACHADO

A mais recente crise no PSDB nacional eclodiu no final de semana, às vésperas de um debate organizado pela CNN e das prévias que vão indicar, entre João Doria, Eduardo Leite e Arthur Virgílio, o candidato tucano ao Planalto.

BICO RACHADO 2

A bronca partiu da bancada de deputados, ou de parte dela. Há ameaça de abandono da sigla por parte de 14 dos 29 deputados caso o governador de São Paulo insista em postular a candidatura a presidente. Eduardo Leite trabalha para arregimentar deputados.

BICO RACHADO 3

As prévias tucanas estão marcadas para o dia 21, na próxima semana. E é possível que a crise seja superada até lá. O PSDB e outros partidos já viveram situações semelhantes em prévias do passado.

************

O bloco do governador lembra que esse tipo de bloqueio ocorreu na disputa pela Prefeitura de Sâo Paulo, e que Doria conciliou o conflito.

CAVANDO A VICE

Colocado no bloco dos candidatáveis ao Planalto, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta parece agora mirar mais abaixo. Tem elogiado com eloquência os candidatos Ciro Gomes e Sergio Moro. Talvez se contente com a vice.

TRABALHO ÁRDUO

A Câmara Federal vota na terça-feira Medida Provisória para recriar o Ministério do Trabalho e Previdência. Desde janeiro de 2019, o ministério encontra-se extinto e transformado em secretaria especial do Ministério da Economia.

*************

Um dos objetivos da MP é o de retirar das mãos de Paulo Guedes a área trabalhista. O outro, é trazer de volta um cargo em nível ministerial.

CONSCIÊNCIA VIVA

Em cerimônia significativa, na sexta-feira, marcou no Slão Vermelho da Prefeitura, a passagem dos 20 anos da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial(Cepir) e do Conselho de Desenvolvimento e Participação da Comunidade Negra.

************

Dário Saadi discursou sobre as contribuições das instituições e prestou solidariedade à vereadora Paolla Miguel, presente ao ato.

CONSCIÊNCIA VIVA 2

O promotor de Justiça Eduardo Crespilho é o articulador do Projeto Cidades Antirracistas, e é o destaque da edição do MPSP+, um programa veiculado na página do MP de São Paulo no Youtube.

**********

O objetivo do programa, segundo Crespilho, “é conhecer e analisar a realidade social que é o racismo, e buscar estratégias de ação antirracista”.

Escrito por:

Luiz Roberto Saviani Rey/ Diretor editorial do Correio Popular