Publicado 25 de Maio de 2021 - 10h43

Por Luiz Roberto Saviani Rey/Correio Popular

Luiz Roberto Saviani

Correio

Luiz Roberto Saviani

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello entrou ontem no círculo de fogo de amplas áreas do país. E não só a da política. General da ativa, Pazuello provocou reações, antes de tudo, em segmentos do próprio militarismo. descontentes com o envolvimento do nome do Exército nas manifestações pró-Bolsonaro. Sua exposição na “motociata” do Rio de Janeiro, sem máscaras e com discursos, acirrou ânimos. A CPI da Covid quer, agora, reconvocá-lo. O Exército quer processo disciplinar.

 

Roda de fogo 2

Uma das medidas punitivas estudadas no meio militar contra a atitude de Pazuello seria a determinação para que passe à reserva do Exército. Um dos militares mais irritados foi o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-assessor de Bolsonaro. Quanto à convocação para novo depoimento perante a CPI, já houve requerimento protocolado e os senadores devem decidir até a quarta. A CPI quer documentos sobre as reuniões citadas por Pazuello.

 

FRASE

"O presidente e um militar da ativa mergulharem o Exército na política é irresponsável e perigoso” (general Santos Cruz, ex-ministro de Governo)

 

SEGURANÇA EM TELA

A Comissão Permanente para Assuntos de Segurança Pública da Câmara Municipal de Campinas promove hoje reunião extraordinária para debater a atuação dos Conselhos de Segurança da cidade, os chamados consegs.

 

SEGURANÇA EM TELA 2

O vereador Major Jaime (PP), presidente da Comissão de Segurança, quer estabelecer articulação conjunta e integrada com todas as forças policiais de Campinas. “Cada Conseg é uma entidade de apoio à polícia estadual nas relações comunitárias, e se vinculam, por adesão, às diretrizes da Secretaria de Segurança Pública”, diz Major Jaime.

CIMENTANDO A BASE

Em busca da formação de base para 2022, o deputado estadual Rafa Zimbaldi recebeu ontem em seu escritório os quatro vereadores do PL, seu partido.

*****

Jorge Schneider, Otto Alejandro, Professor Alberto e Jocelino da Barbarense receberam de Zimbaldi a oferta de emendas parlamentares para obras em Campinas.

 

VIDAS BRASILEIRAS

Um extenso grupo de pessoas, entre médicos, cientistas, atores, religiosos e comunicadores, protocolou ontem documento na Câmara Federal contendo pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

 

VIDAS BRASILEIRAS 2

São profissionais sem vínculos partidários, e que protestam contra o descontrole da pandemia e a morte de mais de 440 mil brasileiros.

*******

Entre os signatários do pedido de impeahment, estão a apresentadora Xuxa Meneghel, o ex-jogador e comentarista Walter Casagrande, o escritor Raduan Nassar, o cientista Marcelo Gleiser, o cantor Chico César e o padre Júlio Lancellotti.

 

RÁDIO TAUBATÉ

A secretária Vandecleya Moro lança nesta quarta-feira a Campanha do Agasalho. Será às 11 horas, em solenidade com a presença do prefeito Dário Saadi, na Sala Azul do Palácio dos Jequitibás. O convite enviado ao Correio Popular pede a presença “desta grande emissorano evento”. Alô, alô! Ainda chegaremos lá...

 

LIMITE DE VELOCIDADE

O vereador Higor Diego (Republicanos) pediu informações da Prefeitura sobre a base legal para redução de limites de velocidade na avenida John Boyd Dunlop. Quer esclarecer as razões legais que levaram à redução da velocidade para 50 km/h.

****

Segundo Higor Diego, um considerável número de moradores se queixa do volume de multas, e também da ausência de sinalização no trajeto do BRT.

 

Escrito por:

Luiz Roberto Saviani Rey/Correio Popular