Publicado 19 de Dezembro de 2021 - 10h49

Por Ângelo Barioni/ Correio Popular

O técnico Abel Ferreira divide os méritos com os atletas e membros de sua comissão técnica

Cesar Greco / Divulgação

O técnico Abel Ferreira divide os méritos com os atletas e membros de sua comissão técnica

Nos últimos anos têm se visto um grande número de treinadores estrangeiros vindo para o Brasil. A chegada de comandantes de fora não é novidade, porém, a partir de 2019, houve uma explosão de gringos tomando o caminho do País do futebol. Alguns obtiveram grande sucesso (ou ainda estão obtendo), enquanto outros tiveram dificuldades e não conseguiram o resultado esperado. O fato é que o sucesso é um fator determinante, independente da nacionalidade do profissional.

Estrangeiros 2

Abel Ferreira, Jorge Jesus e Jorge Luis Sampaoli puxam a fila de técnicos que são sucesso no Brasil. O três deram títulos aos clubes e são prestigiados entre torcedores e cartolas do futebol. Outros como Ariel Holan, Hernán Crespo, Miguel Ángel Ramírez, Diego Aguirre foram apostas e não tiveram tempo ou estrutura adequada para realizarem o trabalho. Já Juan Pablo Vojvoda transformou o Fortaleza em clube protagonista e, por isso, é alvo de outros times.

FRASE

"A Ponte não pode prometer o Ademir da Guia se tem dinheiro apenas para contratar o Piá”

Marco Eberlin, presidente da Ponte Preta

Moderação

É compreensível a aflição e a preocupação do torcedor quanto à demora por novos reforços e até mesmo as renovações no Guarani. Um fato, porém, é certo: a diretoria não vai entrar em leilão nas negociações por jogadores. A meta é cumprir à risca o orçamento para 2022 e manter as contas totalmente em dia.

Moderação 2

Muito mais do que isso: não existe nenhum discurso de pressa ou de desespero para buscar peças no mercado. Há um entendimento, dentro do Brinco de Ouro da Princesa, de que não adianta afobação para não pagar caro ou acima da média do que é praticado no Brasil atualmente.

Primeiro contrato

O meia Alexandre Souza, de 20 anos, assinou o primeiro contrato profissional com o Guarani. O vínculo vai até o fim de 2022. O atleta começou nas categorias de base do Cruzeiro e chegou ao Bugre no ano passado, para o time sub-20. Nesta temporada, fez 18 jogos e marcou dois gols no Campeonato Paulista da categoria.

Focado

Marco Antônio Eberlin tem trabalhado dia e noite neste processo de reformulação da Ponte Preta neste final de temporada. Sem jogos desde o início de dezembro, o novo presidente está 100% focado no futebol: busca por reforços e renovações, algumas já oficializadas no decorrer da semana que passou.

Sem alarde

O mandatário tem sido auxiliado por Luís Fabiano, novo coordenador de futebol, pelo técnico Gilson Kleina, de contrato renovado para 2022, e também por alguns profissionais que trabalharam com o presidente Sebastião Arcanjo, cujo ciclo na Macaca será encerrado no dia 31 de dezembro de 2021. Tudo tem sido trabalhado e discutido de forma minuciosa e também sem alarde para imprensa e conselheiros.

Cirurgia

Eberlin passou por um procedimento oftalmológico realizado pelo médico Leoncio Queiroz Neto. O novo presidente pontepretano diz que agora está de olhos abertos e com boa visão para enchergar a Ponte Preta como um todo, principalmente quando o assunto for contratação.

Barraco

O zagueiro Réver, capitão do Atlético-MG, e um torcedor do Cruzeiro, transformaram o saguão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte num ringue na noite de quinta-feira. Os dois brigaram após um incidente do jogador com o filho do torcedor que solicitou ao zagueiro uma foto ao lado dele.

Barraco 2

Atencioso, o zagueiro não se esquivou. No momento em que o torcedor do Cruzeiro registrava a imagem dos dois, seu filho fez o número seis com os dedos, gesto em referência à goleada de 6 a 1 aplicada pelo Cruzeiro no Atlético no Brasileiro de 2011. Foi o suficiente para o barraco começar.

Ranking

O bicampeonato da Copa Libertadores transformou o Palmeiras em melhor time brasileiro no ranking da Conmebol. Os comandados de Abel Ferreira superaram o Grêmio, agora em quinto, atrás do Flamengo, e ainda figuram na frente do Boca Juniors. O River Plate permanece disparado na frente. Com a conquista em cima dos cariocas, o Palmeiras agora soma 8.503,1 pontos no ranking da Conmebol, praticamente todos oriundos da Libertadores, na segunda colocação.

Escrito por:

Ângelo Barioni/ Correio Popular