Publicado 24 de Novembro de 2021 - 8h48

Por Ângelo Barioni/ Correio Popular

A vitória conquistada diante do Brasil de Pelotas foi extremamente importante em um momento de definição.

Thomaz Marostegan/Guarani FC

A vitória conquistada diante do Brasil de Pelotas foi extremamente importante em um momento de definição.

A vitória do Goiás, nessa segunda-feira, sobre o Guarani foi um balde de água gelada na família bugrina, que sonhou com o retorno da equipe à Série A do Futebol Brasileiro. A reação da equipe nos últimos jogos permitiu que o torcedor acendesse a luz da esperança. Infelizmente, nem tudo que é planejado é conquistado, principalmente no mundo do futebol. No entanto, fica evidenciado que os pontos perdidos em jogos considerados fáceis fazem falta nesta reta final.

Pesadelo

O Guarani perdeu a oportunidade de conquistar os pontos faltantes contra adversários como Vila Nova, Confiança, CRB e Vitória. Em todos esses jogos, o Bugre deixou escapar entre os dedos a possibilidade de vencer e entrar no G4. Daniel Paulista também cometeu alguns equívocos em substituições realizadas em algumas dessas partidas, que comprometeram o desempenho do time na Série B. Não se trata de caça às Bruxas, mas de um fato.

FRASE

"O Guarani teve falhas em momentos determinantes da partida. Os erros foram cirúrgicos. O Goiás é um time muito qualificado e com bastante investimento"

Daniel Paulista, técnico do Guarani

Antecipação

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) antecipou a data do duelo da Ponte Preta contra o Coritiba na Série B do Campeonato Brasileiro. O confronto frente o Coxa passou de domingo, 28 de novembro, às 16h, para sexta-feira, 26, às 19h, no Estádio Moisés Lucarelli.

Sem efeito

A modificação é explicada para atender a um pedido de ajuste de grade do Grupo Globo, detentor dos direitos de transmissão. O embate entre campineiros e paranaenses não tem nenhuma importância no que diz respeito à tabela de classificação e, portanto, foi alterado sem nenhum prejuízo ou reclamação.

Sem efeito 2

Enquanto Alvinegra, em 14º lugar com 46 pontos, está livre de qualquer possibilidade de rebaixamento à Série C de 2022, após vencer o Confiança por 1 a 0, o Coxa Branca, atual vice-líder, tem o acesso assegurado com boa antecedência e sem chance de título - o Botafogo foi campeão.

Aborrecimento

O clima no vestiário do Guarani após derrota diante do Goiás, dentro do Brinco de Ouro da Princesa, foi de enorme decepção e silêncio na última segunda-feira à noite. Toda empolgação por possível acesso à Série A transformou-se em frustração pelo tropeço no confronto direto.

Chance existe, mas....

Alguns jogadores, inclusive, conforme foi visto no final da partida, parecem ter jogado a toalha sobre a possibilidade de G4 na Série B. Como não poderia ser diferente, o bastidor é tomado mais por desistência de acesso do que otimismo por uma combinação de resultados improvável.

Duelos decisivos

O São Paulo espera terminar a semana mais concentrado em uma sonhada classificação para a Copa Libertadores do que ameaçado pelo rebaixamento. Com 41 pontos, na 14ª colocação, o tricolor enfrenta o Athletico-PR, nesta quarta-feira, no Morumbi, e no sábado encara o Sport, no Recife.

Fuga da degola

O pior já passou, mas o Santos ainda busca se garantir matematicamente na Série A do Brasileiro. O Peixe ocupa a 12ª colocação na classificação, com 42 pontos. Após oscilações e até passagens pela zona de rebaixamento, a equipe espera terminar a temporada de forma mais tranquila.

Pitonisa

Para o volante Willian Arão, do Flamengo, os cariocas vão ganhar do Palmeiras no tempo normal por dois gols de vantagem. Verdão e rubronegro decidem a Copa Libertadores, no sábado, em Montevidéu.

Organização

A disciplina tem sido uma marca registrada da equipe comandada por Sylvinho. O Timão é a equipe que menos cometeu faltas na competição. Até o momento, foram 360 infrações em 34 jogos.

Desfecho

A nova diretoria do Palmeiras encabeçada por Leila Pereira será empossada no dia 15 de dezembro. O mandato tem duração de três anos. Leila é a primeira mulher a comandar a Sociedade Esportiva Palmeiras ao longo de sua história. Inscrita na chapa "Palmeiras de Todos", a candidata eleita prometeu um "time vitorioso" para os próximos anos, "excelência em gestão", "transparência", "inclusão", "atenção ao sócio" e um "clube social moderno". Resta saber como fica a dívida do clube com o patrocinador master, comandado por Leila e seu marido, José Roberto Lamacchia.

Escrito por:

Ângelo Barioni/ Correio Popular