Publicado 10 de Agosto de 2021 - 10h42

Por Ângelo Barioni/ Correio Popular

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) "repudiou a atitude da Seleção Brasileira masculina de futebol de não usar o uniforme oficial do Time Brasil no pódio, após a final olímpica, e prometer "medidas" contra a CBF. Depois de conquistar o bicampeonato olímpico, no sábado, os jogadores da Seleção subiram ao pódio com seus agasalhos amarrados na cintura e vestindo a camisa de jogo. Pelas regras, é obrigatório o uso de material da patrocinadora oficial no pódio e nas cerimonias oficiais.

Teimosia

Pelas regras do COB, todos os atletas que estão nos Jogos de Tóquio, independentemente da modalidade, devem usar o material da Peak. Mas os jogadores descumpriram esse acordo e vestiram apenas o uniforme de jogo, da Nike, patrocinadora da CBF. A reportagem do Estadão observou no estádio que oficiais da organização da Olimpíada pediram aos atletas que vestissem os seus agasalhos, ainda no túnel que dá acesso ao gramado.

FRASE

"Eu acho que fui importante para o futebol, não fui?"

Mário Jorge Lobo Zagallo, ex-treinador de futebol que completou 90 anos, nesta segunda-feira.

Sem a base

O Guarani viajou para Florianópolis, onde enfrentará o Avaí, sem alguns jogadores revelados nas categorias de base que já estão integrados ao elenco. Motivo: campeonato Paulista Sub-20.

Talento

Com apenas 18 anos, Titi, inclusive, ficou em Campinas e pode ficar à disposição do técnico Alexandre Penna para enfrentar o Desportivo Brasil, na próxima quinta-feira, no CT, na segunda rodada do torneio.

Tem apoio

Apesar da derrota no Rio de Janeiro, Gilson Kleina não tem possibilidade de ser demitido no início desta semana na Ponte Preta. O treinador ainda segue prestigiado nos bastidores do Estádio Moisés Lucarelli para sequência da Série B.

Confiança

Gilson tem o respaldo do presidente Sebastião Arcanjo, de Alarcon Pacheco, executivo de futebol, e de David Martins, superintendente. O trio confia que o trabalho do treinador pode fazer a Ponte deslanchar na temporada.

“Incentivo”

Após a derrota para o Fortaleza e às vésperas do clássico contra o São Paulo, pela partida de ida das quartas de final da Libertadores, a Mancha Verde utilizou as suas redes sociais para incentivar o time. A torcida organizada destacou a importância do Choque-Rei desta terça-feira e pediu para os jogadores acordarem.

À disposição

Após ser medalhista de ouro com a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos, Daniel Alves se colocou à disposição de Hernán Crespo para jogar contra o Palmeiras, nesta terça-feira.

Retorno

O técnico Pablo Fernandez está de volta ao comando da equipe sub-23 do Santos. O treinador, que trabalhou no Peixe entre fevereiro e novembro de 2020, acertou seu retorno e ficará à frente da equipe na Copa Paulista, que começa em setembro.

Treinos

Os jogadores do Corinthians estão de folga nesta terça-feira, para seguir com uma maratona de treinos diretos entre quarta-feira e sábado. Após o empate em 0 a 0 contra o Santos, na Vila Belmiro, o Corinthians quer buscar três pontos diante don Ceará, no domingo.

Cidade luz

Depois de 100 anos, os Jogos Olímpicos vão retornar para Paris em 2024. A capital francesa, que recebeu o evento pela última vez em 1924, tem como objetivo sediar a Olimpíada mais sustentável de todos os tempos.

Boas perspectivas

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) deixou o Japão festejando a façanha e animado com as novas modalidades, como surfe e skate, de modo a ter planos ambiciosos vislumbrando a edição de Paris, daqui a três anos.

Fair Play Financeiro

Para contratar Lionel Messi, astro que anunciou sua saída do Barcelona, o Paris Saint-Germain tenta vender jogadores para reforçar seu caixa. O objetivo é se enquadrar nas regras rigorosas do Fair Play Financeiro, que estão em vigor desde 2010 no futebol europeu. Para ter Messi, PSG planeja vender jogadores. Segundo o jornal francês L’Équipe, a diretoria espera conseguir cerca de R$ 1,08 bilhão, na cotação atual em vendas para se adequar às regras financeiras. Isso significa que o clube talvez tenha de abrir mão de algumas estrelas.

Escrito por:

Ângelo Barioni/ Correio Popular