Publicado 03 de Agosto de 2021 - 9h23

Por Ângelo Barioni/Correio Popular

A Seleção Brasileira feminina de vôlei derrotou o Quênia por 3 sets a 0, nesta segunda-feira, pelo último jogo da fase de grupos das Olimpíadas. O Brasil entrou em quadra já classificado, mas ainda faltava definir sua posição dentro de sua chave para saber qual seria seu próximo adversário. As brasileiras garantiram a liderança do grupo A e enfrentam o Comitê Olímpico Russo (quarto colocado do grupo B) nas quartas de final. Já as quenianas, comandadas pelo técnico brasileiro Luizomar, deixam Tóquio sem vitórias.

O salto de Rebeca

Depois da prata no individual geral, Rebeca Andrade voltou a subir ao pódio e conquistou sua segunda medalha nos Jogos. A primeira da ginástica feminina do Brasil na história. E Rebeca saltou para a história e conquistou ouro nas Olimpíadas. Ela foi a única a conseguir uma média acima de 15,000 no salto. A prata ficou com a americana Mykayla Skinner, com 14,916. A sul-coreana Seojeong Yeo fechou o pódio, em terceiro lugar.

FRASE

"Tive conquistas que foram inéditas para o esporte. E vão inspirar muitas pessoas. Já estão inspirando muitas pessoas”.

Rebeca Andrade, ouro no salto e prata no individual geral em Tóquio

Alerta

A segunda derrota consecutiva do Guarani acendeu a luz de alerta no Brinco de Ouro. A maior preocupação é com o sistema defensivo que foi vazado oito vezes em 180 minutos.

Ex Bugre

Ex-Guarani, Marcus Vinícius Beck Lima, atual executivo de futebol do FC Cascavel, é o principal cotado para assumir comando no Sport. Dirigente tem negociações encaminhadas com diretoria do Leão da Ilha para herdar vaga de Nei Pandolfo, desligado na semana passada.

Histórico

O Cartola trabalhou ao lado de Rodrigo Pastana, hoje no Cruzeiro, na montagem do elenco do Guarani, vice-campeão na Série C do Campeonato Brasileiro de 2016 - o principal destaque foi o ex-meia Fumagalli, de alto respeito em Recife.

Comentários

Atual executivo de futebol da Ponte Preta, Alarcon Pacheco relatou a amigos da imprensa de Maceió, onde tem folha de serviços prestados no CRB, sobre a experiência de cerca de cinco meses no Moisés Lucarelli.

Pressão

O diretor garantiu que a pressão à frente da Macaca é incomparável com o futebol nordestino, pelo qual trabalhou no Vitória antes de vir a Campinas. Alarcon, diga-se, é o homem de confiança do presidente Sebastião Arcanjo no Departamento de Futebol.

Radar Turco

O titular e capitão palmeirense, Felipe Melo, é idolatrado pela torcida do Galatasaray, da Turquia, clube pelo qual atuou de 2011 até 2015. Diante desse carinho sempre presente, o nome do volante está frequentemente na pauta de torcedores e jornalistas do clube. O clube turco já pensa em nova proposta ao jogador palmeirense.

Contusão

O São Paulo terá mais um desfalque por lesão na temporada. A baixa da vez é o atacante Marquinhos, de 18 anos, que saiu machucado no empate sem gols contra o Palmeiras, no último sábado.

Radar do Timão

Bastou perder para o Flamengo no domingo para o nome de Roger Guedes ganhar força no Corinthians. O presidente Duilio Monteiro Alves, reforçou que quer a contratação do atacante, que hoje tem vínculo com o Shandong Luneng, da China. Depois de reduzir a folha salarial do clube em cerca de R$ 4,5 milhões desde o início do ano, Duilio e a diretoria abriram espaço para reforçar o elenco

Novo rumo

O Santos mudou o foco nas conversas sobre o futuro do atacante Kaio Jorge e, neste momento, não conversa mais com os representantes do jogador na tentativa de uma renovação do contrato. A partir de 1º de julho, Kaio Jorge pode assinar um pré-acordo com qualquer clube e deixar o Santos de graça.

Avanço

A canoa brasileira liderada por Isaquias Queiroz e Jacky Godmann está na semifinal do C2 1000m nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ambos deram mais um passo em busca de uma medalha no C2 1000m da canoagem de velocidade, pelos Jogos Olímpicos de Tóquio. A dupla brasileira avançou à semifinal da categoria após um primeiro lugar na primeira série das quartas de final, realizada nesta madrugada de segunda-feira (no horário de Brasília), com um tempo de 3min48s611.

Escrito por:

Ângelo Barioni/Correio Popular