Publicado 04 de Junho de 2021 - 12h15

Por Ângelo Barioni/Correio Popular

Marcado para a segunda semana de julho, após a Copa América, os mata-matas da Libertadores podem marcar o encontro de muitos títulos continentais. Enquanto os melhores primeiros colocados somam 9 conquistas, os grupos dos segundos melhores posicionados somam 17 títulos da Libertadores. Juntos, os postulantes à América somam 26 conquistas. Os duelos das oitavas de final que acontecerão em jogos de ida estão marcados para a semana do dia 14, e os de volta, para a semana do dia 21.

NA TORCIDA

Ao conquistar importante vitória fora de casa sobre o Cuiabá, o Guarani mostrou força e condições de realizar um campeonato credenciado para disputar as primeiras posições e alimentar o sonho de acesso à Série A. Já a Ponte Preta, de Gilson Kleina, recém contratado, gera expectativa nos torcedores. O time passa por um processo de reestruturação e deve no decorrer do campeonato encontrar o melhor futebol para entusiasmar a torcida.

FRASE

"No futebol, você precisa atuar em mais de uma posição, né? Eu atuo como centroavante, mas sempre deixei claro que me sinto melhor atuando na ponta" (Gabriel Jesus, atacante da Seleção Brasileira)

EMPOLGADO

O Guarani se reapresentou na quarta-feira, após goleada em cima do Operário, e segue com os trabalhos para desafiar o Náutico, na sexta-feira da próxima semana, dia 11, no estádio Brinco de Ouro. É a chance de embalar de vez na Série B.

Humildade

Apesar da euforia, a preocupação do técnico Daniel Paulista está em cortar qualquer ânimo extra no vestiário e adotou discurso de humildade perante os jogadores. Talvez, seja o caminho para o Bugre buscar o tão sonhado acesso.

CANARINHO

A seleção brasileira treinou na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), e está em Porto Alegre para encarar o Equador nesta sexta, às 21h30, no estádio Beira-Rio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

CANARINHO 2

Tite vem comandando treinamentos desde a sexta-feira anterior na Granja Comary, de olho nos confrontos pelas Eliminatórias contra o Equador e o Paraguai, na próxima terça, em Assunção, às 21h30.

CANARINHO 3

O treinador também trabalha de olho na Copa América, que será realizada no Brasil a partir do próximo dia 13.

REFORÇO

O Santos confirmou nesta semana a contratação de mais um reforço para o restante da temporada. Trata-se do versátil defensor Danilo Boza, de 23 anos. O atleta chega por empréstimo junto ao Mirassol, até o final de dezembro, com opção de compra por quatro anos.

PREJUÍZO

A casa do ex-atacante Jardel, ídolo do Grêmio e ex-atleta de Vasco, Sporting e Porto, foi invadida, na madrugada de quarta-feira. Bandidos levaram as duas chuteiras de ouro da Uefa, uma de prata e uma de bronze do ex-jogador.

PERPETUADO

O Corinthians inaugurou mais um busto no Parque São Jorge, desta vez a homenagem foi para o jogador que mais vestiu a camisa do clube: o lateral esquerdo Wladimir.

SELECIONÁVEIS

Três jogadores do Palmeiras foram convocados para a Seleção Brasileira Sub-15, conforme apontou a lista divulgada: Pedro Henrique, o meio-campista João Neto e o meia-atacante Luiz Guilherme.

RADAR DO BUGRE

O Guarani está de olho em Neto Moura, ex-Ponte Preta. O volante tem atuado pelo Mirassol.

GRANA

A Ponte Preta vai garantir um dinheiro a mais nos cofres esse ano. Após a compra do lateral direito Emerson Royal pelo Barcelona, a Macaca deve desembolsar 5% do valor da transação (cerca de R$ 807 mil). O motivo é que o jogador esteve em Campinas entre 2015 e 2018 e a Ponte é o clube formador do atleta.

Reabilitação

Com um time alternativo, o São Paulo estreou na Copa do Brasil com derrota para o modesto 4 de Julho, do Piauí, por 3 a 2, na terça-feira, em Teresina. O resultado obriga o time paulista a vencer na partida de volta, na próxima terça-feira, dia 8, no estádio do Morumbi, para avançar às oitavas de final. Coisa que o técnico Hernán Crespo acredita que acontecerá se sua equipe manter a calma e a serenidade em campo. Crespo cita "acidente de percurso" após derrota e crê que time deveria ter se adaptado ao gramado ruim diante do 4 de Julho.

Escrito por:

Ângelo Barioni/Correio Popular