Publicado 25 de Maio de 2021 - 10h56

Por Ângelo Barioni/Correio Popular

Ângelo Barioni

Correio Popular

Ângelo Barioni

Após pouco mais de oito anos de jejum, o São Paulo voltou a ser campeão no domingo ao superar o Palmeiras por 2 a 0, no Morumbi, e faturar o Campeonato Paulista de 2021. Desde que assumiu o comando, Crespo tratou de colocar em prática alguns conceitos que aprendeu em sua curta carreira de treinador, valendo-se de uma lição dos tempos de atacante do Parma e da Inter de Milão: a formação de uma defesa segura. E não teve dúvidas de implementar alguns desses conceitos no São Paulo.

Questionado

A torcida do Palmeiras está bronqueada com o treinador Abel Ferreira pela perda do título paulista. Embora o técnico tenha levado o Verdão ao título da Libertadores e Copa do Brasil, o clube ficou em quarto lugar no mundial, perdeu a Recopa Sul-Americana, a Supercopa e agora o Paulistão. Embora seja prematuro qualquer análise sobre os resultados dos torneios disputados, a verdade é que Abel Ferreira ainda tem crédito no Palmeiras.

 

FRASE

"Eu nunca achei que seria impossível" (Aretha Duarte, Primeira mulher negra da América Latina a chegar ao topo do Monte Everest)

Vencedor

O São Paulo saiu da fila do Paulistão, acabando com os memes dos rivais, após 16 anos e, por consciência ou não, com Daniel Alves no elenco, mais conhecido pelo site da Fifa como o "imã humano de troféus". O lateral do Tricolor, que chegou ao 41º título na carreira é o maior vencedor - em números de taças - da história do futebol.

 

Renovação

O estafe do jogador Rony recusou a primeira proposta de renovação de contrato até 2025, enviada pela diretoria do Palmeiras.

 

Precaução

O Palmeiras entende ser importante estender o contrato do atleta. Nesse sentido, o Verdão pretende aumentar o salário e a multa rescisória para estar mais preparado em caso de investidas do exterior, que devem ocorrer devido à grande fase que o jogador vive.

 

Comandante

Após ouvir duas recusas de candidatos para técnico do Corinthians, o Timão demorou mas achou o seu técnico para a temporada. E o nome escolhido foi de um velho conhecido do clube: Sylvinho, com longa lista de títulos na carreira de jogador, mas ainda iniciante em sua trajetória na beira do campo.

 

Pesquisa

A possível volta de Paulo Henrique Ganso ao Santos está divindo a torcida do Peixe. Em enquete promovida no Twitter do Diário Rio do Peixe, com mais de 1.550 votos, 54,5% dos torcedores são contra o retorno do jogador enquanto 45,5% se mostram favoráveis.

 

Procurado

O técnico Léo Condé, do Novorizontino, foi procurado por Guarani e Ponte Preta para comandar um dos times de Campinas. No entanto, o treinador não aceitou as propostas e renovou o contrato com o Tigre até 2022.

 

Cinco técnicos

Desde novembro de 2019, início do mandato de Sebastião Arcanjo como Presidente da Ponte Preta, até o atual momento, o clube vai contratar nos próximos dias o quinto treinador do período. Já passaram pela Macaca Gilson Kleina, João Brigatti, Marcelo Oliveira e Fábio Moreno.

 

Reforço

O Guarani já encaminhou a contratação com o atacante Lucão, ex-CRB. O contrato do jogador vence dia 31 desse mês e a procura do Bugre interessou o centroavante. Lucão tem 29 anos, soma 33 jogos e 12 gols marcados em dois anos pelo CRB.

 

Comandante

O novo treinador do Guarani, Daniel Paulista, estava no Confiança-SE. Ele entrou para a história do time sergipano por alcançar o acesso à Série B depois de 28 temporadas, porém, não conquistou nenhum título durante a estada em Aracaju. O técnico foi apresentado nessa segunda-feira na sala de imprensa do Guarani.

Histórico

Com a conquista do Campeonato Paulista, Hernán Crespo se tornou o oitavo estrangeiro da história a conquistar o torneio. Da lista, é o quinto que foi campeão pelo São Paulo e quebrou um jejum de 46 anos sem um estrangeiro conquistar o troféu estadual. O argentino foi campeão do torneio em uma campanha incontestável, sendo o melhor ataque, com 38 gols marcados, e vencendo 11 partidas, empatando quatro e perdendo somente uma. Certamente, o dia 23 de maio de 2021 ficará marcado para sempre na história do técnico.

Escrito por:

Ângelo Barioni/Correio Popular