Publicado 21 de Julho de 2021 - 9h38

Por Do Correio Popular

Um dos maiores desafios de todo gestor público verdadeiramente comprometido com o desenvolvimento econômico é o de criar um ambiente favorável à retomada da economia no pós-pandemia. À medida que a população é vacinada contra a covid, milhares de pessoas que perderam seus empregos vão procurar novas oportunidades de recolocação. Segundo levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o mercado formal de trabalho registrou o desligamento de 219 mil pessoas nos últimos 16 meses em Campinas, sendo 63% das demissões ocorridas no setor de serviços e 23% no comércio.

Esse abalo no mercado de trabalho começou com a crise de 2014, quando o Brasil foi afetado por uma forte recessão. Uma das grandes causas do desemprego foi a redução dos investimentos em vários setores, o que levou as empresas a produzirem menos e a demitir parte de seus funcionários. Com isso, as pessoas também diminuíram o consumo e, assim, foi criado um ciclo de encolhimento na economia do país. O epicentro dessa turbulência reside num fenômeno provocado por uma série de fatores conjunturais e associados a conflitos políticos decorrentes de escândalos de corrupção. Assim, o Brasil foi atingido por uma onda de descrédito, inclusive com redução drástica da entrada de investimentos estrangeiros.

Por outro lado, a retomada de níveis melhores de oferta de vagas não garante o êxito numa recolocação no mercado de trabalho, pois existem outras variáveis que também impactam o desemprego. Uma delas é a exigência do mercado por profissionais cada vez mais capacitados. Infelizmente, uma das maiores causas do desemprego no Brasil é a falta de qualificação. Dessa forma, a Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda, tomou a decisão correta de firmar parcerias estratégicas com diversas entidades educacionais públicas e privadas para ofertar cursos gratuitos de qualificação profissional e empreendedora às pessoas que necessitam de capacitação ou aperfeiçoamento em suas áreas.

As mais de sete mil vagas de cursos gratuitos e on-line, anunciadas ontem pelo prefeito Dário Saadi, vão contribuir para ajudar milhares de pessoas a procurar uma recolocação no mercado de trabalho. Sem dúvida, trata-se de uma política pública importante e corretamente alinhada à necessidade de retomar os níveis de produção econômica anteriores à pandemia, gerando trabalho e oportunidade de renda.

Escrito por:

Do Correio Popular