Publicado 06 de Junho de 2021 - 11h59

Por Correio Popular

Com a benção de Dom João Inácio, arcebispo metropolitano, uma Missa em Ação de Graças pelos 80 anos da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) será celebrada amanhã, às 10h, com transmissão pelo canal da universidade no Youtube. Fundada em 7 de junho de 1941, a PUC-Campinas nasceu no antigo casarão de propriedade de Joaquim Polycarpo Aranha, conhecido por Barão de Itapura, adquirido pela diocese campineira. Na época, era chamada de Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.

Quatorze anos depois, foi transformada na Universidade Católica e reconhecida pelo Conselho Federal de Educação. O título de Pontifícia foi incorporado ao nome oficial da instituição em 1972, por ordem do Papa Paulo VI. De lá para cá, novos campi foram surgindo conforme a necessidade de expansão: o Campus I, o Campus II, o Seminário e o Instituto de Letras.

Ao completar 80 anos e alcançar o jubileu de carvalho, a PUC-Campinas consolida-se como uma das principais instituições de ensino superior do Brasil. Condição que pode ser facilmente comprovada nas posições que aparece em diversos rankings. Como exemplo, é a primeira instituição de ensino privada de São Paulo e a terceira do Brasil com maior número de cursos 5 estrelas do Guia da Faculdade 2020, do jornal O Estado de S. Paulo, e a melhor particular do interior pelo Ranking Universitário da Folha 2019 e pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds.

A universidade também figura entre as escolas superiores com os maiores percentuais de pesquisadores beneficiados com bolsas. Oferece, ainda, dez programas de mestrado e três de doutorado, além de uma série de cursos de especialização, extensão e pesquisa. Ao longo de sua história, a PUC-Campinas formou mais de 200 mil profissionais: juízes, promotores, desembargadores, arquitetos, engenheiros, médicos, dentistas, jornalistas, e tantas outras profissões. São carinhosamente chamados de "filhos da PUC", pessoas que passaram os melhores anos de suas vidas em um ambiente universitário sadio e de altíssima qualidade educacional.

Muitos desses ex-alunos, que hoje são profissionais respeitados, guardam as lembranças dos bons e inesquecíveis tempos de faculdade e do convívio com professores, colegas e funcionários. Carregam para suas jornadas os valores cristãos, morais e éticos que absorveram na instituição, paralelamente a uma formação acadêmica, científica e profissional de alto valor e impacto. Parabéns pelos 80 anos, PUC-Campinas!

Escrito por:

Correio Popular