Publicado 04 de Junho de 2021 - 11h59

Por Correio Popular

Conforme o Correio Popular noticiou com exclusividade no dia 25 de maio, o projeto de ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos será redimensionado na nova licitação, perdendo metade da área projetada, de 25 quilômetros quadrados para 13 quilômetros, nos próximos 30 anos. A confirmação veio esta semana em uma reunião online entre a Câmara Municipal de Campinas e uma autoridade federal, ligada à Secretaria Nacional de Aviação Civil, do Ministério da Infraestrutura. A boa notícia é que o emissário do Planalto garantiu aos parlamentares que a mudança não vai prejudicar os investimentos na região, conforme projeções dos agentes econômicos locais e regionais.

Os argumentos utilizados pelo servidor federal para tranquilizar as lideranças campineiras são baseados em estudos técnicos que, segundo ele, sustentam que é possível manter as projeções de demanda de carga e passageiros, mesmo em uma área aeroportuária menor.

Os estudos consideram a evolução tecnológica das aeronaves que permite pousos e decolagens de alto impacto e potência em pistas menores. Significa, então, que não haverá necessidade, nos próximos 30 anos, de pistas grandes como as do passado.

Outra garantia transmitida pela autoridade federal da aviação civil é a de que não será preciso realizar um novo processo licitatório, caso a demanda seja maior que a prevista nos próximos 30 anos. Assim, ações de desapropriação vão continuar em curso, para a formação de uma futura reserva de área técnica, para proteger o aeroporto de invasões e evitar construções nos arredores.

Espera-se que as considerações apresentadas pelo gestor federal possam tranquilizar o mercado no sentido de garantir os investimentos privados que a Região Metropolitana de Campinas espera. Evidente que as notícias tranquilizadoras vindas de Brasília não devem servir de motivo para um distanciamento da questão. Ao contrário, é preciso que as lideranças políticas, econômicas e sociais continuem vigilantes, de modo a detectar possíveis distorções no projeto original capazes de minar os investimentos para a grande área aeroportuária campineira. O projeto de ampliação do histórico e icônico Aeroporto Internacional de Viracopos não deve ser encarado somente como um anseio da municipalidade. Mas, acima de tudo, um projeto do Brasil, pois irá beneficiar uma grande e complexa cadeia econômica. A conferir.

Escrito por:

Correio Popular