NO VIADUTO CURY

Polícia Civil elucida mistério envolvendo cofre abandonado em Campinas

Objeto agitou muitos curiosos no entorno do Terminal Central

Do Correio Popular
03/08/2022 às 09:16.
Atualizado em 03/08/2022 às 09:17

No dia em que foi encontrado, o objeto estava aberto, vazio e ninguém fazia ideia de como ele havia chegado ali (Divulgação/ GM)

A Polícia Civil de Campinas confirmou que mistério que envolvia um cofre encontrado abandonado no Viaduto Cury, no Centro de Campinas, sentido Avenida Moraes Sales, na manhã da quinta-feira passada, está encerrado. Trata-se de um objeto que foi furtado de um galpão utilizado por um comerciante da cidade, o qual realmente não possuía qualquer bem de valor em seu interior.

No dia em que foi encontrado, o objeto estava aberto, vazio e ninguém fazia ideia de como ele havia chegado ali. A Guarda Municipal foi chamada para atender a ocorrência. De acordo com a corporação, eles foram acionados logo no começo da manhã e recolheram o cofre, que pesa cerca de 150 quilos. Ele estava caído na beirada da proteção lateral de concreto do viaduto, voltada para a Praça Felipe Selhi Cunha, nos fundos do Terminal Central.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial como apreensão de objeto. Depois, os policiais passaram a analisar as imagens de câmeras de segurança do local para tentar elucidar como o cofre foi parar no viaduto e quem era o proprietário dele.

Segundo a Polícia Civil, o comerciante estava no barracão há pouco tempo e como achou o cofre muito pesado, decidiu mantê-lo ali, mas ele acabou sendo furtado. O atual dono do objeto explicou que ele já estava aberto antes de ser levado e a única coisa que havia dentro eram parafusos soltos.

A Polícia Civil informou que irá finalizar a ocorrência, anexar os laudos de perícia e devolver o cofre ao dono. Não foi divulgado em qual bairro o barracão fica e também não foram identificados os criminosos que o levaram.

Agitação

No dia em que foi encontrado, o cofre chamou a atenção de quem trabalha no entorno do Terminal Central. O comerciante Amarildo dos Santos, de 47 anos, disse que o assunto foi comentado por todos que passam por ali e que todo mundo estava curioso para saber se o cofre estava cheio ou vazio quando ele apareceu no viaduto. "Na verdade, a gente queria mesmo era saber se tinha algo dentro e se alguém levou embora antes da GM chegar. Um cofre desse tamanho deve guardar bastante coisa", brincou o comerciante. 

A vendedora Márcia de Abreu Sampaio garantiu que nunca tinha visto um cofre e que ficou curiosa para vê-lo, mas não teve tempo. "Queria ir ver como ele era e se tinha alguma coisa dentro, mas quando cheguei a GM já tinha levado ele embora. Acho que ele caiu de algum caminhão de mudança quando passou pelo viaduto. Só não entendi porque o dono não voltou para buscá-lo."

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por