O BICHO TÁ PEGANDO...

Estado envia Rota a Campinas e intensifica ‘Operação Sufoco'

Ações do pelotão de elite focaram quadrilhas em regiões onde há concentração de criminalidade

Isadora Stentzler
10/05/2022 às 08:31.
Atualizado em 10/05/2022 às 10:52

Agentes do pelotão de elite da PM concentrados na área central de Campinas ontem: objetivo é o de reduzir índices de crimes mais graves (Kamá Ribeiro)

O cerco contra à criminalidade em Campinas foi reforçado, nesta segunda-feira (9), com a chegada de uma tropa da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota). O pelotão foi enviado pelo Governo do Estado para enfrentar as quadrilhas que atuam em regiões onde há maior concentração de criminalidade. A iniciativa integra a “Operação Sufoco”, deflagrada na ultima quinta-feira no município, e que visa reduzir os índices de ocorrências com a intensificação do policiamento nas ruas. 

“A Rota recebeu a missão de reduzir os índices criminais. Com esse fito, foram deliberadas as missões específicas. Atuaremos em Campinas em alguns pontos estratégicos. Será um trabalho objetivo visando à redução dos índices criminais, com o aumento da percepção da segurança”, destacou o tenente da Rota, Alexsandro Gomes.

No município, seis equipes da Rota se dividiram na tarde de segunda-feira em pontos estratégicos. O foco das ações foi a redução dos índices criminais de maior gravidade, como roubo, homicídio e latrocínio. Falsos entregadores de aplicativos, que usam motocicletas para cometerem crimes, também estão na mira da operação. 

O tenente não apontou quais seriam as áreas da operação de ontem (9) e nem os alvos. Por motivos de segurança, ele também evitou mencionar sobre a permanência dos agentes no município. 

“O plano diretor do próprio comando tem um planejamento que pode sofrer adequações e alterações. Estamos agindo para deter determinadas quadrilhas. Se elas forem detidas hoje [segunda-feira], não haverá a necessidade, por ora, de ficarmos”, apontou. 

Até o fechamento da reportagem, a assessoria de imprensa da Polícia Militar do Estado de São Paulo não informou os resultados da ação da Rota no município ontem. Essa foi a segunda grande ação dentro da “Operação Sufoco”, deflagrada em Campinas. Na quinta-feira passada, a Polícia Militar autuou 74 condutores e removeu 55 veículos.

‘Operação Sufoco’ 

A Operação está em vigor desde a quarta-feira passada, em todo o Estado de São Paulo, e visa ao combate da criminalidade, em especial crimes patrimoniais cometidos por falsos entregadores de delivery.

De acordo com balanço da SSP/SP, em cinco dias de operação, 102 pessoas foram detidas, sendo sete adolescentes e 16 procurados pela Justiça. Também foram vistoriados 7,5 mil veículos, dos quais cerca de 3 mil motocicletas. Além disso, foram apreendidos 282 automóveis e motos e localizados mais de 50 veículos que estavam em situação de roubo ou furto. 

Outras 5,3 toneladas de drogas foram recolhidas, bem como foram revólveres, simulacros de arma de fogo, cápsulas, mais de 380 aparelhos celulares e 155 carcaças de celulares, cartões bancários e máquinas de cartão, veículos de alto valor, itens de informática, alta quantia em dinheiro nacional e estrangeiro, entre outros objetos.

Estágio reforça policiamento 

Em paralelo à “Operação Sufoco”, segunda-feira (9), em Campinas, policiais em treinamento do 8º Batalhão de Polícia Militar do Interior participaram de um estágio, quando foram aplicadas as abordagens de motociclistas e pedestres. 

As ações ocorreram em dois pontos da cidade, sendo um na Avenida Júlio de Mesquita, próximo à Paróquia do Divino Salvador, e outro na Avenida Coronel Silva Teles, próximo à Rua Coronel Quirino.

A atividade resultou em 10 condutores autuados, 8 automóveis fiscalizados, 18 motocicletas fiscalizadas, 4 motocicletas removidas e uma pessoa detida por porte de entorpecentes. 

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por