NO CAMBUÍ

Alunos são orientados sobre atenção à segurança no Cambuí

Iniciativa partiu das escolas da região, depois da ocorrência de vários assaltos registrados no bairro

Isadora Stentzler
29/04/2022 às 09:10.
Atualizado em 29/04/2022 às 09:10

Estudantes na faixa de pedestre da Rua Maria Monteiro, no Cambuí: reforço para mais atenção e celular guardado (Kamá Ribeiro)

Após os assaltos registrados no Cambuí, em Campinas, escolas da região notificaram os pais e funcionários quanto à necessidade de aumentar os cuidados com a segurança. As instituições foram orientadas pela Guarda Municipal, que mantém um projeto de monitoramento vinculado a câmeras de segurança privada. No 1° trimestre deste ano, foi o distrito de Barão Geraldo que sofreu com a incidência desse crime. No período, a polícia deteve 37 pessoas e recuperou 22 veículos.

Na unidade do Colégio Objetivo, do Cambuí, localizado em regiões próximas onde foram notificados os recentes assaltos, funcionários, pais e alunos foram alertados para redobrar os cuidados nas vias.

A instituição possui 600 estudantes, sendo que metade reside na região do Cambuí ou em áreas adjacentes. A notificação foi feita por meio de e-mail, no início da semana. 

“Há cerca de um mês, em conversa com dirigentes do Clube Regatas e alguns moradores da região, recebemos informações de que um grupo de jovens estava rondando o bairro de bicicleta e, mais precisamente entre os clubes Regatas e Tênis, praticando furtos de celulares e objetos de valor de pedestres. Como muitos de nossos alunos frequentam os clubes e transitam pela região, entramos em sala e reforçamos com os estudantes a necessidade de estarem atentos aos arredores e não utilizar o aparelho celular na rua”, destacou o diretor da unidade, professor Raul Celestino Neto. 

Na notificação, foi orientado aos estudantes para manterem os celulares e outros objetos de valor guardados em mochilas e bolsos. “Reforçamos todas as orientações com o setor responsável pela segurança de nossa unidade e conversamos com agentes da Guarda Municipal, solicitando apoio e orientações aos alunos”, frisou. 

Além da unidade, o Colégio Madre Cecília também reforçou o cuidado com alunos da instituição.

Monitoramento 

Segundo o secretário de Segurança de Campinas, Christiano Biggi Dias, na quarta-feira (27) foi deflagrada uma operação pela Guarda Municipal na região, com base nas denúncias feitas ao 153. Além disso, o programa Monitora Campinas, lançado em dezembro, tem sido uma ferramenta útil na identificação de suspeitos.

Por meio do programa, circuitos de câmeras de monitoramento privadas são vinculadas à Central de Monitoramento de Campinas (CimCamp) e permitem que agentes de segurança tenham acesso às imagens em áreas onde não há a presença de câmeras de monitoramento públicas. 

Desde que foi lançado, 51 câmeras de parceiros foram adicionadas, sendo 36 condomínios, 2 de postos de gasolina e 13 de empresas diversas. O programa também conta com adesões de condomínios na região da Avenida Mackenzie. 

A adesão ao programa é gratuita e é incentivada pelo secretário para auxiliar nas operações das forças de segurança. “Estamos buscando parcerias para que empresas, empreendimentos, condomínios e outras instituições privadas nestas regiões da cidade para aumentar a segurança nestes bairros”, destacou, sobre a adesão do programa no Cambuí. 

Barão Geraldo

No mês passado, a região de Barão Geraldo sofreu com a incidência desses crimes. Na época, reuniões entre as forças de segurança e o Conselho de Segurança (Conseg) buscaram alternativas. A própria comunidade também se uniu para criar uma rede de proteção que facilitasse as denúncias. 

Só em março, no 7º Distrito Policial, que é responsável pelos casos da região de Barão Geraldo, foram registrados 38 casos de roubos, 90% ocorrências a mais que no mês de fevereiro, e 114 casos de furtos, aumento de 72%.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP/SP), as denúncias permitiram que as forças de segurança criassem estratégias e operações para atuarem na área. No primeiro trimestre, o trabalho conjunto entre as polícias Civil e Militar nesta região resultou em 37 pessoas detidas e na recuperação de 22 veículos que estavam em situação de roubo ou furto.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Anuncie
(19) 3736-3085
comercial@rac.com.br
Fale Conosco
(19) 3772-8000
Central do Assinante
(19) 3736-3200
WhatsApp
(19) 9 9998-9902
Correio Popular© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por