Publicado 29 de Dezembro de 2021 - 9h08

Por Da Redação do Correio Popular

O recesso de fim de ano, adotado por algumas prefeituras da Região Metropolitana de Campinas (RMC), afetou a campanha de imunização contra a covid-19. Das 20 cidades que compõe a RMC, Americana, Monte Mor, Vinhedo e Santa Bárbara d'Oeste suspenderam a vacinação e somente retomarão o serviço em 2022.

A informação consta no site das Administrações. Vinhedo, de acordo com o secretário de Saúde Milton Ribolli, decidiu dar uma pausa na campanha depois de uma série de plantões, que permitiram ampliar o número de vacinados por livre demanda (sem agendamento). Ele lembra ainda que a cidade possui um dos melhores índices de cobertura vacinal do público-alvo, com pelo menos a primeira dose administrada. A reportagem do Correio Popular não conseguiu contato com os demais municípios.

O curto recesso, na opinião de especialistas, não deve provocar danos à população. "A alta porcentagem de vacinados, em alguns municípios próximos a 90% da população-alvo, e considerando-se as condições epidemiológicas atuais, que mostram redução substancial do número de casos, em especial de casos graves, avalio que uma curta suspensão do serviço não se reverterá em qualquer impacto negativo às condições locais da pandemia", disse o infectologista Rogério Jesus Pedro.

Para o infectologista André Giglio, a decisão de suspender temporariamente a campanha é particular de cada município e, a princípio, ele descarta que isso possa ser prejudicial à população. Segundo ele, as prefeituras, ao longo do ano, mobilizaram-se para garantir uma ampla cobertura vacinal aos munícipes. Outro ponto, é o de que a procura pelo serviço neste período das festas de final do ano seria baixa de qualquer forma.

Outras cidades, como Valinhos, optaram por alterar o calendário. No município, excepcionalmente nesta semana, a vacinação acontece apenas no prédio da Divisão da Vigilância Epidemiológica, das 8h às 12h, retomando a normalidade no primeiro dia útil de janeiro. Na véspera do Ano Novo não haverá atendimento.

Indaiatuba fará uma pausa na quinta-feira. Sumaré, que decretou ponto facultativo entre os dias 27 e 30 de dezembro, mantém a vacinação, das 9h às 16h, no Centro Esportivo Vereador José Ferreira. A mesma medida foi adotada em Cosmópolis, que atende até amanhã (quinta), centralizando a vacinação na Unidade de Saúde do Jardim Fáveri, das 7h às 16h.

O recesso em Paulínia também não afetou o atendimento relacionado à vacinação. Segundo consta no site da prefeitura, a campanha continua ocorrendo nas unidades básicas de saúde conforme os agendamentos realizados. Entretanto, nos dias 30 (amanhã), 31 (sexta-feira) de dezembro e 1º de janeiro (sábado) todas UBSs estarão fechadas.

Nova Odessa, que também suspendeu o serviço desde a semana de Natal, realiza hoje um plantão na sala de vacinação da Vigilância Epidemiológica, das 7h às 12h. Serão aplicadas a primeira e segunda doses dos imunizantes, além da dose de reforço. A campanha de imunização retorna normalmente no dia 3 de janeiro de 2022, próxima segunda-feira.

Em Jaguariúna, a população pôde se vacinar até ontem, dia 28. Os jaguariunenses só voltam a ser imunizados em 2022. Em Artur Nogueira a campanha só será suspensa na sexta-feira, dia 31. Holambra e Santo Antônio de Posse imunizam a população nesta quarta-feira (29).

Também retomaram a campanha após o Natal, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Morungaba e Pedreira. A redação do Correio não conseguiu a informação nas cidades de Engenheiro Coelho e Itatiba.

Escrito por:

Da Redação do Correio Popular