Publicado 22 de Dezembro de 2021 - 8h57

Por Gilson Rei/ Correio Popular

Alta movimentação foi registrada no Terminal Rodoviário de Campinas

Kamá Ribeiro

Alta movimentação foi registrada no Terminal Rodoviário de Campinas

Motivada pela vacinação em massa contra a covid-19 e pela saudade dos entes queridos em quase dois anos de restrições e isolamentos por conta da pandemia, grande parte da população de Campinas decidiu fazer as malas e seguir viagens para as festas de Natal e Ano Novo. O fluxo é intenso desde a sexta-feira passada na rodoviária, aeroporto e nas rodovias que cortam o município, com a expectativa da manutenção dessa elevada movimentação neste fim de ano.

O aeroporto Internacional de Viracopos estima, por exemplo, um vai e vem de 604,2 mil passageiros entre o Natal e o Ano Novo. Além disso, a rodoviária em Campinas calcula um movimento de 121,6 mil passageiros durante as viagens natalinas. Já as cinco rodovias com maior circulação de veículos na região - Anhanguera (SP-330), Bandeirantes (SP-348), D. Pedro (SP-065), Santos Dumont (SP-075) e Adhemar de Barros (SP-340 - deverão registrar a passagem de cerca de 2 milhões de veículos neste período de Natal.

Dados da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos indicam que o aeroporto campineiro realizará 4.576 pousos e decolagens nestes 17 dias. Os destinos mais procurados são as capitais do Nordeste, Centro-Oeste e do Norte do país, além de Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Vitória e cidades do interior de São Paulo.

Rodoviária

Já o terminal rodoviário Ramos de Azevedo, em Campinas receberá 121,6 mil passageiros durante o Natal, que contabiliza de até 27 de dezembro, segundo projeções da Sociedade Civil Campineira (Socicam), concessionária responsável pela gestão da rodoviária. Ao todo, 487 ônibus extras foram disponibilizados para este intervalo de tempo e poderá haver acréscimo de veículos caso a demanda ultrapasse o esperado.

A concessionária destacou que esta expectativa de público significa 65% do movimento de embarques e desembarques neste mesmo período antes da pandemia. Os destinos mais procurados são as cidades do Litoral e Interior paulista, Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Goiânia (GO), Belo Horizonte (MG) e Poços de Caldas (MG).

Dentre os passageiros na rodoviária de Campinas, na segunda-feira passada, estava Telma Ferraz Mendes, autônoma, que chegou de Ribeirão Preto e estava indo para Sorocaba. "A pandemia atrasou meu reencontro com a família, que não vejo pessoalmente há 20 anos. Agora estou indo para ficar de vez. Aluguei uma casa para viver próxima à minha mãe, meu pai e dos oito irmãos. Será uma viagem que vai ficar na história. Tô morrendo de saudade!”, comentou.

Rodovias

Aproximadamente 2 milhões de veículos deverão passar pelas cinco rodovias de maior movimento, que cortam o município de Campinas neste final de ano. A CCR AutoBAn, que faz a gestão das rodovias Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348) prevê a circulação de 698 mil veículos trafeguem no Natal, entre saída e chegada à Capital Paulista. Para as festas de Ano Novo, a concessionária calcula um movimento de mais 602 mil veículos pelas duas rodovias.

Escrito por:

Gilson Rei/ Correio Popular