Publicado 09 de Outubro de 2021 - 9h08

Por Thifany Barbosa/ Correio Popular

Imagem de vídeo do momento em que a vítima da tentativa de feminicídio, a manicure de 39 anos, foi socorrida pela unidade de resgate

Reprodução/Guarda Municipal

Imagem de vídeo do momento em que a vítima da tentativa de feminicídio, a manicure de 39 anos, foi socorrida pela unidade de resgate

Uma mulher ficou gravemente ferida ao ser atingida por diversos golpes de chave de fenda desferidos pelo ex-marido. O crime aconteceu nesta quinta-feira (7), em Capivari. Segundo a Guarda Civil Municipal, a vítima tinha medida protetiva de urgência contra o agressor.

Uma equipe da GM foi acionada à Rua Cosmópolis, no bairro Bosque dos Pinheiros, para atender, inicialmente, uma ocorrência de violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

Chegando à residência, os agentes visualizaram um sujeito pulando o muro e correndo. Na sequência, ele entrou em um córrego e fugiu. Dentro do imóvel, a equipe encontrou a vítima, uma manicure de 39 anos, caída no chão, toda ensanguentada e muito fraca, porém, consciente.

Ela ainda conseguiu relatar aos guardas que o ex-marido havia invadido a sua casa e a atacado repetidas vezes com uma chave de fenda, em uma tentativa de matá-la. Ela recebeu diversos golpes em seu corpo, inclusive um certeiro no pescoço, bem profundo.

Uma unidade de resgate foi acionada ao local e socorreu a vítima, em caráter de urgência, até a Santa Casa de Capivari. Viaturas também foram acionadas para auxiliar a captura do indivíduo. O homem, um vigilante de 37 anos, foi localizado logo depois e preso pela tentativa de feminicídio e por descumprimento da protetiva. A mulher já havia registrado diversas ocorrências contra o agressor.

“A autoridade policial ratificou a voz de prisão e todas as medidas de polícia judiciária foram tomadas, como pesquisas criminais, quando foi constatado que a vítima já havia registrado outras ocorrências contra ele”, informou o boletim de ocorrência.

A mulher foi internada no Hospital Santa Casa de Capivari, onde passou por cirurgia em decorrência dos ferimentos. Segundo informações colhidas na manhã desta sexta-feira (8), o estado de saúde dela é considerado grave.

Outro caso

Em Mogi Mirim, outra tentativa de feminicídio ocorreu ainda nesta semana. O crime, na última terça-feira, 5, foi praticado no bairro Jardim Floresta. O agressor foi preso após espancar a esposa com socos e coronhadas dentro da residência do casal. A vizinha, que tentou ajudar a vítima, também foi ferida.

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada depois de receber informações de que um suspeito realizava disparos de arma de fogo dentro de um imóvel. Ao chegarem no local, o portão da casa estava aberto e os agentes viram na garagem o suspeito agredindo duas mulheres a socos. Eram a esposa e a vizinha.

O agressor vai responder por tentativa de feminicídio e porte ilegal de arma de fogo. O caso foi apresentado na Central de Polícia Judiciária de Mogi Guaçu, foram recolhidos a arma e 18 munições.

Escrito por:

Thifany Barbosa/ Correio Popular