Publicado 21 de Agosto de 2021 - 10h32

Por Do Correio Popular

Suspeito foi flagrado fazendo o envase das garrafas de uísque adulterado: 160 garrafas prontas para a venda

Deic/Campinas

Suspeito foi flagrado fazendo o envase das garrafas de uísque adulterado: 160 garrafas prontas para a venda

Uma fábrica clandestina de bebidas falsificadas foi fechada e uma pessoa presa na manhã de anteontem, no Jardim Uruguai, em Campinas. A operação foi realizada pelos policiais civis da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (Dig).

A fabriqueta ilegal envasava bebidas falsas como se fossem de marcas conhecidas, como Jack Daniel's, White Horse, Johny Walker, entre outros. Os produtos eram comercializados em redes sociais, adegas, mercados, bares, festas e boates da cidade a preço abaixo do praticado no mercado.

O responsável pelo local, de apenas 20 anos, foi preso em flagrante. Havia mais uma pessoa no imóvel, que acabou conseguindo fugir durante abordagem dos policiais. No local, foram apreendidas 160 garrafas de uísque falsas, 250 garrafas vazias, cinco galões de uísques, contendo aproximadamente 230 litros de bebida alcoólica falsificadas, além de logotipo das marcas, selos, corantes e aromas.

Um representante da Associação Brasileira de Bebidas (Abrabe) compareceu à delegacia para analisar as bebidas e comprovar o crime de falsificação das mesmas.

O rapaz foi autuado por crime de falsidade de produto alimentício - cuja pena é de 4 a 8 anos de reclusão - e foi encaminhado à cadeia do 2° Distrito Policial de Campinas.

Policiais Civis da 1ª DIG do Deic de Campinas realizaram diversas ações nos últimos meses no combate a esse tipo de crime, uma vez que, segundo levantamento, a região é atualmente o maior centro de envasamento e distribuição de falsificações de uísques e vodcas do Brasil.

Escrito por:

Do Correio Popular